0

Almagro vence compatriota e encara Monaco nas quartas

25 abr 2013
14h22

O espanhol Nicolas Almagro confirmou o favoritismo e se classificou às quartas de final do ATP 500 de Barcelona, na Espanha, ao vencer o compatriota Marcel Granollers, em dois sets, com parciais de 6/3 e 6/4, na manhã desta quinta-feira.

Em 1h35, Almagro começou levando um susto e perdeu o primeiro serviço, mas não se abalou e conseguiu uma recuperação quebrando dois saques seguidos do adversário. Assim, o cabeca de chave 4 ficou com uma vantagem que foi administrada até o final da parcial.

O equilíbrio prevaleceu durante grande parte do segundo set. No segundo e no sexto game, o 12º tenista do ranking mundial quase sofreu quebras de saque, mas foi ele que conseguiu acabar com o serviço do oponente no nono ponto e, posteriormente, fechou o jogo.

Na próxima rodada, o espanhol vencedor terá pela frente o argentino Juan Monaco, cabeça de chave 7, que garantiu sua classificação também nesta quinta ao vencer o francês Jeremy Chardy por 6/0 e 7/6 (13-11).

Almagro e Monaco já se enfrentaram em sete ocasiões, com quatro vitórias para o espanhol. Mesmo com a vantagem, o retrospecto mais recente favorece o argentino, que venceu os dois últimos jogos.

Em sua partida, o cabeça de chave 7 terminou a primeira parcial com muita facilidade, em apenas 21 minutos. No segundo set, no entanto, Chardy voltou diferente e surpreendeu quem achava que ele seria facilmente derrotado. O francês foi o primeiro a conseguir uma quebra de saque e abrir uma vantagem de 5/3, mas não conseguiu aproveitá-la e acabou sofrendo a virada após um disputado tie-break.

Além do jogo de Almagro e Monaco, apenas o de Thomaz Bellucci, em que o brasileiro garantiu a classificação, foi realizado. Devido ao mau tempo de Barcelona, o duelo entre o tcheco Martin Klizan e o alemão Philipp Kohlschreiber teve que ser interrompido. Além dessa partida, mais quatro confrontos de simples previstos para hoje foram adiados por tempo indeterminado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade