0

América-MG e Atlético-MG empatam em clássico com 752 pagantes

8 out 2011
19h51
atualizado em 9/10/2011 às 11h35

Jogando para um público de 752 pagantes, América-MG e Atlético-MG ficaram no empate por 0 a 0, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, neste sábado, em partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, as duas equipes seguem em situação crítica no Nacional. O Atlético-MG chega a 27 pontos e ainda sobe para a 17ª colocação, porém segue na zona de rebaixamento. Já o América-MG, com 21 pontos, continua na lanterna da competição.

O resultado também marcou a sequência de jejum por parte dos dois clubes. O América-MG completa sua sétima partida seguida sem vitória (foram quatro empates e três derrotas). Além, disso, a equipe segue sem vencer clássicos neste Brasileiro, já que empatou dois jogos (Cruzeiro, em casa, e Atlético-MG, em casa) e perdeu um (Atlético-MG, fora). Já o time alvinegro está há cinco partidas sem vencer. No total, foram três empates e duas derrotas.

Em um primeiro tempo que iniciou com pouca criatividade por parte das duas equipes, o time alvinegro buscou sair mais para o jogo na segunda metade da etapa inicial, porém, sem fazer uma grande atuação, o placar seguiu inalterado após os primeiros 45 minutos.

No segundo tempo, o duelo passou a ser mais agitado e com as duas equipes se lançando ao campo ofensivo, porém, o Atlético-MG seguia melhor. O panorama do clássico seguiu esse até o fim, no entanto, sem que as equipes conseguissem balançar as redes.

Na próxima rodada do Brasileiro, o América-MG receberá o Ceará, na Arena do Jacaré, às 16h (de Brasília) de quarta-feira. Um dia depois, o Atlético-MG jogará com o Santos, também na Arena do Jacaré, às 20h30.

O jogo

Vivendo situação difícil no Nacional, o mau momento das duas equipes foi refletido nos primeiros minutos do clássico, já que ambas criavam poucas chances de gol e não mostravam lances de criatividade. Dessa forma, América-MG e Atlético-MG se estudaram durante boa parte da primeira etapa, proporcionando um jogo sonolento.

Um das poucas oportunidades de gol na primeira metade da etapa inicial veio aos 14min, quando Amaral arriscou de fora da área e Renan Ribeiro espalmou. Sete minutos depois, Bernard lançou Magno Alves que chutou na saída do goleiro e viu Neneca fazer a defesa.

No final do primeiro tempo, os comandados de Cuca passaram a se arriscar no campo de ataque, esboçando uma pressão. Aos 40min, Magno Alves finalizou cruzado da esquerda e o arqueiro adversário apareceu bem para intervir. No entanto, mesmo com uma movimentação maior nos minutos finais, não foi o suficiente para tirar o placar do zero até o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, o duelo seguiu agitado e com a equipe mineira superior em campo. Logo aos 2min, Renan Oliveira recebeu passe de Magno Alves e concluiu à esquerda da meta. No minuto seguinte, ocorreu um lance polêmico: Bernard fez boa jogada individual, invadiu a área pela esquerda, caiu em disputa com o marcador. O árbitro assinalou simulação e mostrou o cartão amarelo ao jogador do Atlético-MG.

Poucos minutos depois, a equipe mandante também passou a se arriscar no campo ofensivo, principalmente, com o atacante Kempes. Dessa forma, o jogo se tornou mais agitado. No entanto, apesar das investidas do América-MG, a equipe alvinegra seguia melhor no confronto.

Aos 14min, Carlos César tabelou bem no campo de ataque, saiu livre de frente para o gol e chutou em cima do goleiro adversário. Dois minutos depois, Neto Berola aproveitou levantamento da esquerda, chutou forte de dentro da área e Nenca demonstrou muito reflexo, ao praticar outra grande defesa.

Com o tempo, o clima começou a ficar tenso e as duas equipes passaram a discutir bastante. Independentemente do nervosismo, o se manteve movimentado até o apito final, com os times alternando investidas no campo de ataque, apesar de demonstrarem diversas dificuldades no momento da conclusão. Dessa forma, o vazio e dramático clássico terminou com um empate por 0 a 0.

Ficha técnica

AMÉRICA-MG 0 X 0 ATLÉTICO-MG

AMÉRICA-MG: Neneca; Micão (Otávio), Anderson e Everton; Sheslon, Leandro Ferreira, Amaral, Rodriguinho (Irênio) e Gilson; Kempes e Fábio Júnior (Léo)
Treinador: Givanildo Oliveira

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Carlos César, Werley, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre, Fillipe Soutto (Dudu Cearense), Bernard (Richarlyson) e Renan Oliveira (Neto Berola); Guilherme e Magno Alves
Treinador: Cuca

Cartões amarelos
AMÉRICA-MG: Otávio, Leandro Ferreira, Amaral e Léo
ATLÉTICO-MG: Pierre, Dudu Cearense e Bernard

Árbitro
Wellington Abade (SP)

Local
Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)


Atlético-MG e América-MG fizeram um jogo sem muitas emoções
Atlético-MG e América-MG fizeram um jogo sem muitas emoções
Foto: Leo Fontes / Futura Press
Fonte: Terra
publicidade