PUBLICIDADE
Logo do

América-MG

Meu time

América-MG perde pontos no STJD e vira lanterna da Série B

15 set 2014 19h11
| atualizado às 21h20
ver comentários
Publicidade

Em julgamento realizado na tarde desta segunda-feira, o América-MG foi considerado culpado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por escalar o lateral esquerdo Eduardo de forma irregular na Série B do Campeonato Brasileiro. O clube perdeu 21 pontos no STJD, terá de pagar uma multa no valor de R$ 4 mil e não só entra na zona de rebaixamento como passa a ocupar a última colocação.

Veja os gols de Ceará 5 x 2 América-MG pela Série B:

Veja como ficou a tabela da Série B após a punição ao América-MG

Henrique Saliba, advogado do América, disse que entrará com o pedido de efeito suspensivo em um primeiro momento. Na sequência, o clube entrará com um recurso no Pleno do STJD.

A equipe mineira foi condenada por 4 votos a 1. Acompanhando o voto de Luiz Felipe Bulus Alves Ferreira, auditor relator do julgamento, William Figueiredo e Felipe Bevilacqua votaram a favor da condenação. Assim, Washington Oliveira foi voto vencido ao optar contra a punição. O auditor presidente, Paulo Valed Perry, também escolheu por tirar pontos do time. A pedido do STDJ, a CBF terá de explicar a razão de não ter atestado a irregularidade do atleta.

O inferno astral do América-MG é refletido em campo. O técnico Moacir Júnior foi demitido no último sábado, quando o time perdeu a terceira seguida na Série B. A equipe passa a ocupar a última colocação, com 12 pontos, 11 abaixo do Bragantino, que agora sai da zona da degola.

Entenda o caso
Eduardo começou a temporada no São Bernardo, no qual disputou o Campeonato Paulista e dois jogos da Copa do Brasil. Ele foi transferido à Portuguesa, jogando seis jogos pela Série B, e posteriormente ao América-MG. O jogador até já deixou a equipe alegando problemas particulares.

Ele foi relacionado pelo clube em quatro jogos da segunda divisão. Isto segundo a Promotoria do STJD, desrespeita o artigo 49 do Regulamento Geral de Competições da CBF, que foi atualizado neste ano.

"Um clube não poderá incluir em sua equipe, na mesma temporada, um atleta que já tenha atuado por dois outros clubes, em quaisquer das competições coordenadas pela CBF", reza o código em questão.

Desta forma, Eduardo estaria inapto a ser relacionado pelo América-MG, porque infringiria o artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de escalações irregulares e fala em "incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida."

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade