3 eventos ao vivo

Após 2ª prata, A. Brasil ressalta "disputa sadia" com Daniel Dias

4 set 2012
15h58
atualizado às 18h03
Danilo Vital
Direto de Londres

Os brasileiros André Brasil e Daniel Dias seguem dominando as medalhas brasileiras na natação dos Jogos Paralímpicos de Londres. Enquanto o primeiro soma quatro medalhas, sendo duas de ouro e duas de prata, Dias tem três, sendo todas de ouro. Depois de ficar no segundo lugar na final dos 100 m costas S10, A. Brasil elogiou o compatriota e ressaltou a disputa.

» Acompanhe o quadro de medalhas dos Jogos Paralímpicos
» De bocha a goalball, conheça os esportes da Paralimpíada
» Confira dez curiosidades sobre a Paralimpíada

"Essa disputa é realmente sadia. Acho o Daniel um excelente atleta. Ele tem a cara do esporte paralímpico brasileiro e merece esse título de maior medalhista muito mais do que alguns outros. Mas eu também ficaria satisfeito em ser o maior medalhista, nem que fosse por alguns minutos", disse André Brasil.

O paratleta também declarou que evoluiu bastante na prova dos 100 m costas, já que em Pequim 2008 ele terminou no quarto lugar. Por essa razão, disse ter saído satisfeito da piscina, apesar de ter ficado com a medalha de prata.

"Sabia que quem ganhasse a prova bateria o recorde mundial. Assim como nos 200 medley, é uma prova para a qual eu não treino. Se eu comparar com quatro anos atrás, melhorei de uma quarta posição para o segundo lugar. Portanto, saio satisfeito com o resultado em si, mas não com a medalha de prata", disse.

André Brasil completou a prova em 1min00s11, quebrando o atual recorde mundial. Porém, o americano Justin Zook fechou o percurso em 1min00s01, ganhou o ouro e passou a ser o detentor da marca histórica.

Brasileiro afirmou que Daniel Dias é excelente e é um exemplo do atleta paralímpicos brasileiro
Brasileiro afirmou que Daniel Dias é excelente e é um exemplo do atleta paralímpicos brasileiro
Foto: Fernando Borges / Terra
Fonte: Terra
publicidade