6 eventos ao vivo

Após 4° dia, Daniel Dias conhece maior inimigo em Mundial

19 ago 2010
10h42
  • separator
  • comentários
Dassler Marques
Direto de Eindhoven

Depois de pular na piscina pela décima vez em três dias de competição, Daniel Dias enfim falou em cansaço. Apesar das quatro medalhas de ouro em provas individuais, além de uma prata no revezamento, o brasileiro já vê a cansativa rotina no Mundial Paraolímpico de Natação lhe tirar a resistência.

"O cansaço está batendo. Estou confiante, mas cansei muito. Estou com muita dor na perna, mas você não bate recorde sem dor. É uma dor gostosa", disse Daniel Dias na quarta-feira, depois de vencer o ouro e quebrar o índice mundial dos 200m medley na classe S5.

Apesar disso, Daniel mantém a mentalidade de que ainda há dois dias de provas no Estádio Pieter van den Hoogeband e que não é hora para dar mole para o cansaço. "É esquecer o cansaço e pensar que é o primeiro dia de competição. Minha vontade de vencer vai ser muito grande nesse momento", disse ele, satisfeito. "Até agora, tudo está como eu estava esperando. Meus objetivos estão sendo realizados".

O período de treinamentos na altitude na Espanha, em Sierra Nevada, foi lembrado por Daniel Dias. Ele e Andre Brasil ficaram quase três semanas nesse ritmo para aumentar a resistência entre uma prova e outra, o que Daniel acredita estar fazendo a diferença.

"A grande diferença é que eu demoro mais para me cansar nas provas", observou Daniel, que ainda luta por três medalhas individuais e provavelmente esteja em mais dois revezamentos. "Estou me sentindo o Super Homem", brincou.

O repórter viajou a convite do Comitê Paraolímpico Brasileiro

Daniel já admite cansaço após quatro dias de Mundial
Daniel já admite cansaço após quatro dias de Mundial
Foto: Beto Monteiro/Exemplus / Divulgação
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade