1 evento ao vivo

Após melhor tempo no ano, Cielo diz conhecer seu limite

20 abr 2011
20h37
atualizado às 21h32
Mônica Garcia
Direto de Rio de Janeiro

Cesar Cielo não surpreendeu na Tentativa para o Mundial de Xangai ocorrida no final da tarde desta quarta-feira no parque aquático Júlio Delamare, no Rio de Janeiro. Como de costume, o nadador fez o melhor tempo entre os competidores nacionais dos 100 m livres. Foi o único da competição a atingir o índice estipulado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) para o Mundial de Xangai. Cielo completou o percurso 48s66, abaixo dos 48s74 que já lhe garantiria passagem para a China.

Cielo diz estar confiante: "Com a experiência que eu tenho hoje, comparado com o nadador que eu era há dois ou três anos, eu tenho mais tranquilidade. Já passei por muitas coisas que me levaram ao limite. Hoje conheço o meu limite de suportar as coisas. Sei o que preciso passar para chegar ao resultado".

Cielo afirmou que a Tentativa é um tipo diferente de prova, onde não há brigas por medalhas e os nadadores apenas mantém o foco em seus tempos. "Somos poucos nadadores. Não tem aquela competição entre clubes", afirma. Para ele, o mundial de Xangai é a meta do ano. "É muito bom saber que mesmo não estando no melhor da temporada, eu consigo fazer o índice. São marcas muito boas para focar no mundial", comemorou.

Cielo acha difícil alcançar o mesmo tempo que lhe garantiu o recorde mundial dos 100 m livres de Roma, em 2009. Segundo o nadador, seu tempo deve ficar próximo aos 47s. O recorde é de 46s91. A próxima prova para a classificação do mundial é o Troféu Maria Lenk, que ocorre entre os dias 2 e 8 de maio. As Tentativas para o Mundial continuam até o sábado.

Outra esperança brasileira para Xangai, a nadadora Joana Maranhão não conseguiu o tempo esperado na Tentativa. A atleta completou o percurso dos 200 m borboleta em 2m12s18. Joana precisava de 2m11s.

Apesar do tempo, Cielo nadou acima do tempo esperado
Apesar do tempo, Cielo nadou acima do tempo esperado
Foto: Sátiro Sodré/CBDA / Divulgação
Fonte: Bulcão e Tresdê Assessoria e Comunicação Ltda - Especial para o Terra Bulcão e Tresdê Assessoria e Comunicação Ltda - Especial para o Terra
publicidade