0

Argentina pode abrir Copa com algum desfalque, diz Sabella

7 jun 2014
21h49
atualizado às 22h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Logo depois de preservar uma série de jogadores e sequer colocar cinco deles em campo por problemas físicos, Alejandro Sabella falou de maneira cautelosa a respeito da estreia da Copa do Mundo no próximo dia 15. A Argentina venceu a Eslovênia por 2 a 0 neste sábado, mas seu treinador admitiu que pode não ter todos os titulares à disposição para enfrentar a Bósnia dentro de oito dias.

Nos últimos dias, os titulares que tiveram participação limitada em treinamentos foram Gonzalo Higuaín e Ezequiel Garay, além dos reservas Martin Demichelis e Rodrigo Palacio. A boa notícia para Sabella é que Sergio Agüero, em recuperação de um problema muscular, retornou neste sábado e se mostrou bem, inclusive com assistência para Lionel Messi.

Se tem alguns jogadores que preocupam, Sabella também tem outros que animam no banco de reservas. O treinador da Argentina fez elogios destacados em especial para Augusto Fernández e Enzo Pérez, ambos de sua extrema confiança. Abaixo, veja o que disse de principal o técnico em entrevista coletiva:

<p>Sabella analisou individualmente os principais reservas que jogaram contra a Eslov&ecirc;nia</p>
Sabella analisou individualmente os principais reservas que jogaram contra a Eslovênia
Foto: AP
Escalação repleta de reservas e a entrada de outros titulares

"Tratamos de cuidar dos jogadores pelo tema das lesões. Fernando (Gago), Di María, Agüero, Di María, Agüero e Messi. E depois aproveitar com os jogadores que tínhamos. Quando eles entraram, se notou uma mudança de ritmo. Por algum motivo são os melhores do mundo"

Formação cautelosa contra a Eslovênia, já que tinha atacantes poupados

"Pelas características dos jogadores nos faltou um pouco de profundidade, mas por outro lado cobrimos bem os espaços para não dar possibilidades a eles. Feito assim, quase não tiveram"

Reservas que atuaram neste sábado

"Maxi (Rodríguez) sempre tem a cota de chegada ao gol. Ricky (Álvarez) fez o gol, tem essa cota de desequilíbrio e atrevimento, é o que quero que tenha. Augusto (Fernández) fez um trabalho tático muito bom, mas também vinha de uma parada e fez um grande esforço para se recuperar e estar na lista. El Pocho (Lavezzi) se movimentou meio sozinho à frente, era difícil de se mover. A defesa não teve problemas. Creio que Enzo Pérez fez um trabalho excelente"

Time para a estreia contra a Bósnia

"Não tenho a equipe definida. Tenho que seguir pensando e vendo como estão os jogadores. Será de acordo como estejam os rapazes. Alguns estão em via de recuperação e outros sim estão se recuperando, é capaz que não se possa colocar todos. Sim, temos nossa equipe base, mas esperamos para ver como vão evoluir na semana"

Adversários da Copa do Mundo

"Não posso fazer futurologia. Não ficamos em uma das chaves das mais difíceis, mas tem que jogar as partidas. Vamos jogar contra equipes fortes fisicamente como Irã e Nigéria. Bósnia é um europeu e é forte, mas tem outras características. Trataremos de encarar essa fase e, no caso de passar, chegar com os jogadores em boas condições"

Veja também:

Final do Paulistão e início do Brasileiro são os destaques do fim de semana
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade