1 evento ao vivo

Armstrong lidera lista de atletas mais antidesportivos de 2012

30 nov 2012
16h25
atualizado às 17h06

O ciclista Lance Armstrong, antes um ídolo nos Estados Unidos, segue sofrendo as consequências pela revelação de um complexo esquema de dopagem que ele liderou durante anos. Nesta semana, o norte-americano foi eleito o atleta mais antidesportivo do ano pela revista Sports Illustrated.

Heptacampeão da Volta da França, competição de ciclismo mais tradicional do mundo, Armstrong foi acusado pela Agência Antidoping Norte-americana (Usada) de utilizar substâncias ilegais desde 1998, apesar de nunca ter sido flagrado em mais de 500 exames antidopings que realizou em sua carreira. Segundo a entidade dos Estados Unidos, o ciclista chefiou um meticuloso esquema para o uso de EPO e outros esteroides e acabou banido do esporte.

Armstrong teve todos seus títulos cassados pela União Ciclística Internacional após a conclusão do processo que contou com o testemunho de diversos ex-companheiros de equipe do ciclista. Segundo o depoimento dos competidores, o norte-americano usava substâncias proibidas e ainda obrigava os outros atletas de seu time a fazerem o mesmo.A lista da Sports Illustrated ainda tem outros nomes célebres, como o do jogador brasileiro de futebol Luiz Adriano, na quarta colocação. O atleta do Shakhtar Donetsk aproveitou um chutão de Willian, que devolvia a posse de bola ao Nordsjaelland após parada para atendimento médico de um atleta, e com a zaga adversária parada fez o domínio, driblou o goleiro e tocou para as redes.

Por conta da atitude na vitória do Shakhtar por 5 a 2 sobre o Nordsjaelland, na Liga dos Campeões, Luiz Adriano foi suspenso por um jogo pela Uefa.

O zagueiro John Terry, pelas acusações de atos racistas, e o nadador sul-africano Cameron van der Burgh, que admitiu ter dado uma golfinhada a mais do que permitido para conquistar a medalha de ouro nos 100m peito nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, também aparecem na lista da publicação norte-americana.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade