> Esportes > Atenas 2004 > Modalidades  > Tênis
Veja mais sobre Atenas no celularAtenas 2004 em:


 Boletim

 Fale conosco

Tênis
Segunda, 16 de agosto de 2004, 14h38  Atualizada às 18h58
No limite, Guga é eliminado e pensa em Pequim/08
 
Antonio Prada
Direto de Atenas
 
EFE
Guga foi derrotado e está fora
Multimídia
Áudio e vídeo
» Aurélio Miguel diz que juiz tirou Leandro Guilheiro do caminho do ouro
» China analisa chances do handebol masculino em Atenas
Galerias de fotos
» Guga perde e dá adeus a Atenas
» A beleza da ginástica
» Os jogos do Brasil nesta segunda
» Judô traz 1º medalha ao Brasil
» Brasileiro vence 1ª no boxe
» Brasil só assiste a vôlei de praia
» Os vitoriosos do dia
» Brasil despacha o Quênia no vôlei
» Ventos fortes sacodem Atenas
» Atletas voltam à piscina em Atenas
Sites Relacionados
» Mande uma mensagem para os atletas brasileiros
» Veja os mascotes de Atenas
» Saiba tudo sobre a história olímpica
» Conheça as sedes olímpicas
» Confira o perfil de todos os 246 atletas que representam o Brasil em Atenas
» Confira o dia-a-dia de Janeth, Virna e Sandra Pires em fotologs exclusivos
» Veja as melhores fotos dos Jogos Olímpicos
» Confira vídeos sobre a Olimpíada
Últimas de Tênis
Busca
Busque outras notícias no Terra:

O tenista brasileiro Gustavo Kuerten foi eliminado do torneio masculino de tênis dos Jogos Olímpicos de Atenas já na primeira rodada, ao ser derrotado pelo chileno Nicolás Massú por 2 sets a 1, parciais de 6/3, 5/7 e 6/4.

  • Veja fotos da derrota de Guga

    Apesar da derrota, o jogador disse que já está pensando em voltar aos Jogos em Pequim/08. "São quatro anos e falta muito tempo, mas não descarto essa possibilidade. Quero voltar a jogar numa Olimpíada e já penso na China."

    Guga também disse que não se sente frustrado por participar de mais uma Olimpíada e não levar nenhuma medalha. "Entrei nessa competição sabendo das minhas limitações. Só não ia sair dizendo isso para os outros jogadores. Fico feliz de certa forma por ter lutado bastante. Fui até o meu limite. Até consegui ultrapassá-lo nas condições que eu estou fisicamente. Corri em todas as bolas. Vesti a camisa realmente. Acho que é isso que significa uma Olimpíada para mim. Valeu muito representar o Brasil. Mesmo saindo na primeira rodada, bem diferente da outra vez onde puder desfrutar um pouco mais, os momentos que vivi aqui desde o dia que eu cheguei, os treinamentos, vão ficar marcado nas minhas lembranças", desabafa.

    O brasileiro ressaltou que seu estado físico, aliado às condições da quadra em Atenas (piso sintético e o vento), acabaram sendo os responsáveis pela prematura eliminação.

    "Não sou o mesmo de antes. Não tenho as mesmas condições de jogo. Isso está claro, e isso me chateia. Esse é o teorema que tenho de decifrar, preciso buscar alternativas, variações em meu jogo. Tenho de fazer jogadas que eu não gostava e esquecer outras, nas quais me dava bem. Isso acaba me prejudicando."

    A limitação física se deve à cirurgia no quadril, pela qual Guga foi submetido em abril de 2003. "Na hora em que preciso de superação, ela não vem", confessou. Guga ressaltou que tem jogado "no limite", especialmente quando as partidas superam uma hora de duração, e que não vai desistir da carreira por causa do problema físico.

    "Tenho 27 anos e muito tempo de tênis pela frente. Posso encontrar uma solução a longo prazo. Desde Roland Garros sabia que não ria ia me livrar disso de uma hora para outra. Tenho que ter muita paciência. Estou me desgastando menos, competindo menos. Posso garantir que, hoje, meu empenho é muito maior do que a maioria dos caras que disputam o circuito."

    O jogo

    Com a derrota de Guga, o Brasil fica sem representantes no torneio de simples, já que no domingo, Flávio Saretta foi eliminado pelo norte-americano Andy Roddick, também por 2 sets a 0.

    Na partida contra Massú, os dois tenistas confirmaram o seu primeiro serviço no primeiro set. No terceiro game, Guga teve a chance de conquistar o ponto no saque de Massú, mas o chileno se recuperou e fez 2/1.

    No quarto game, Guga teve o serviço quebrado pelo chileno, que ampliou a vantagem para 3/1. Massú manteve a vantagem até o fim do set, que terminou 6/3 a seu favor, em 38 minutos.

    No segundo set, Guga começou sacando e confirmou o ponto. Os dois tenistas mantiveram o serviço até o 12º game. No 13º, depois desperdiçar duas chances de quebra, Guga conquistou o ponto, fechando o set por 7-5. No set decisivo, Guga teve o seu serviço quebrado no quinto game e não conseguiu mais se recuperar. Massú venceu por 6/4, fechando a partida por 2 sets a 1.
     

  • Redação Terra