Atlético-GO

Atlético-GO

publicidade
13 de setembro de 2012 • 13h26 • atualizado às 14h17

Artur Neto lamenta gol relâmpago do Coritiba: "não ajuda em nada"

Artur Neto estreou com derrota pelo Atlético-GO
Foto: Atlético Goianiense / Divulgação

Eu sua estreia no comando do Atlético-GO, o treinador Artur Neto viu o Coritiba abrir o placar logo aos 24 segundos de jogo, sendo este o gol mais rápido do Campeonato Brasileiro da primeira divisão desta temporada. Após o time goiano ser derrotado por 2 a 1 pelo adversário, o técnico não escondeu sua insatisfação com o primeiro gol da equipe paranaense.

» Confira como está o mercado da bola no Brasil

"Tomar um gol logo na saída dos vestiários não ajuda em nada", disse. "Nosso primeiro tempo foi melhor do que o segundo. Eu esperava que o segundo fosse melhor. O Coritiba tem uma equipe muito boa, que movimenta a bola. Tentamos fazer algumas mudanças, mas acho que não houve muito efeito, já que o time se abateu um pouco depois do gol", completou.

Apesar do mau resultado obtido diante do Coritiba, Neto espera que o Atlético-GO consiga reabilitação no embate com o líder Fluminense, que ocorre neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira. Para o confronto com o time carioca, o treinador não poderá contar com o meio-campista Wesley, que recebeu o terceiro cartão amarelo no duelo com o time paranaense e cumprirá suspensão automática.

"Temos um jogo difícil no sábado, contra o Fluminense. Psicologicamente esse resultado abate muito, mas precisamos seguir em frente. Vamos ver a recuperação desses jogadores e continuar motivando sempre, porque é assim que deve ser", encerrou.

Atualmente, o Atlético-GO é o 20º e último colocado na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro da Série A, com 17 pontos, estando dez pontos atrás do Flamengo, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva