Atlético-GO

Atlético-GO

publicidade
30 de maio de 2012 • 16h32 • atualizado às 16h36

"Figurinha carimbada", Hélio dos Anjos está feliz com retorno

Depois dos problemas que culminaram com saída, Hélio disse que não tem problemas com nova comissão
Foto: João Paulo di Medeiros / MEI João Paulo Bezerra Di Medeiros - Especial para o Terra
 
João Paulo di Medeiros
Direto de Goiânia

A diretoria do Atlético-GO apresentou, na tarde desta quarta-feira, Hélio dos Anjos como o novo comandante técnico do clube para o restante da temporada. Em sua chegada, ele agradeceu a nova chance e afirmou que as novas oportunidades são sempre as mais difíceis.

» Confira o vai e vem dos clubes no Mercado da Bola
» Veja o guia e saiba tudo sobre os times do Brasileiro 2012
» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

Hélio dos Anjos chegou ao futebol goiano em 1995 e de lá para cá viveu de idas e voltas nos três clubes do estado. O treinador avaliou essa condição como uma qualidade, já que, sob sua visão, sempre deixa as portas abertas nos clubes em que passa.

"Eu acho que por eu estar militando no futebol goiano desde 1995, todo retorno meu é mais difícil, toda missão é mais difícil. Eu me encho de orgulho em voltar por um clube por eu passei. Acho que é mais difícil, pois daqui a pouco, as pessoas vão dizer que o Hélio é uma figurinha carimbada, mas eu vejo por outro lado, eu devo ter valor para o Atlético me dar outra oportunidade", frisou Hélio dos Anjos.

O treinador avaliou como positiva a sua volta e acredita que pode fazer um grande trabalho. Hélio dos Anjos revelou que durante o tempo que ficou afastado do clube, cerca de três meses, sempre esteve acompanhando o time rubro-negro. Em sua análise, Hélio dos Anjos observou que o time apresentou evoluções, mas que vai dar a sua cara ao time.

"O que nós precisamos fazer é uma estrutura para que a equipe ganhe jogos e que ao mesmo tempo você jogue bem. O que temos que fazer é isso, fazer o Atlético jogar bem, ganhar e se possível bem bonito para o pessoal gostar", destacou.

A sua primeira passagem pelo clube durou de agosto de 2011 a março de 2012, Hélio comandou o Atlético em 32 jogos, com 15 vitórias, nove empates e oito derrotas. Com ele, o time fez 57 gols e sofreu apenas 35.

Na saída de Hélio, no início de março, o treinador acabou pedindo demissão em solidariedade ao preparador físico Lauro Martins, que fazia parte da sua comissão técnica. Após a saída, a diretoria do clube montou uma comissão de preparação física permanente. Hélio disse que seu relacionamento com a comissão nova é bom. Os preparadores físicos Flávio Trevisan e Dudu, além do fisiologista Guilherme Rodrigues, o último chegou a trabalhar com Hélio na Seleção da Arábia Saudita.

A reestreia de Hélio dos Anjos pelo Atlético-GO está marcada para a próxima quarta-feira, no Serra Dourada, onde a equipe rubro-negra recebe o Grêmio às 19h30 (de Brasília).

MEI João Paulo Bezerra Di Medeiros - Especial para o Terra