5 eventos ao vivo

Goiás sai atrás, mas busca empate com dupla de ataque e é campeão O

19 mai 2013
18h11
atualizado às 18h13

O Goiás é campeão goiano de 2013. O time de melhor campanha da competição teve a trajetória coroada na tarde deste domingo com um empate heroico diante de seu grande rival do estado no momento, o Atlético-GO, por 2 a 2.

Com a vantagem do empate, por ter sido o primeiro colocado da primeira fase, o Goiás começou mal a partida e saiu perdendo por 2 a 0, gols de Ednei e Willian Matheus, contra.

Contudo, no segundo tempo, Walter e Neto Baiano, a dupla de ataque esmeraldina, balançou as redes, empatou a partida e deu mais um título estadual para o Goiás.

O jogo - Mesmo com o apoio da torcida e com um começo de jogo mais promissor, vendo a formação ofensiva colocada em campo por Enderson Moreira funcionar, o Goiás viu o Rubro-negro abrir o placar logo aos cinco minutos.

Na primeira chance que teve, em bola parada, o meia João Paulo acertou um chute cheio de veneno, que obrigou Harlei a rebater de qualquer maneira. No rebote, dentro da área, o zagueiro Ednei mandou para as redes e inaugurou o placar para o Atlético.

A partir de então, o domínio do Goiás se transformou em nervosismo. Agora precisando do resultado, o time esmeraldino errava passes fáceis e não conseguia evoluir na criação de jogadas. O Dragão se fechou e tentava aumentar a vantagem nos contra-ataques.

O jogo seguiu morno até o intervalo, mas no início da etapa final, logo aos dois minutos o Atlético ampliou. Ernandes recebeu lindo lançamento na direita e cruzou para a área e o zagueiro esmeraldino Willian Matheus mandou contra as próprias redes.

O Goiás se lançou ao ataque e descuidou da defesa. O lance crucial da partida aconteceu aos 23 minutos, quando Pipico, em contra-ataque, recebeu cara a cara com Harlei e bateu para fora. No minuto seguinte, no lance que deu sequência à chance desperdiçada, Walter recebeu e não perdeu sua oportunidade, colocando o Goiás no jogo mais uma vez.

O Atlético-GO continuou perdendo chances e William Barbio perdeu chance muito parecida com a de Pipico. Aos 39 minutos, Valmir Lucas cruzou na área e Neto Baiano bateu rasteiro, de primeira, para empatar o jogo e dar o título ao clube esmeraldino.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade