1 evento ao vivo

Campeonato Brasileiro começa “para valer” desde a primeira rodada

24 mai 2013
23h04
atualizado às 23h47

"Neste ano, é para valer desde o começo", definiu o meia Danilo, com uma expressão sisuda, sobre o planejamento traçado pelo Corinthians para o Campeonato Brasileiro. Assim como outras equipes do Brasil eliminadas prematuramente na Copa Libertadores da América, o atual campeão do mundo trata a competição nacional como a sua prioridade na temporada. Um prestígio incomum para o início da Série A.

Danilo, por exemplo, sabe que o Corinthians acabou prejudicado no Brasileiro de 2012 justamente por recorrer a reservas nas primeiras rodadas, quando ainda estava focado na Libertadores, e por se concentrar para a disputa do Mundial em meio às últimas. "No ano passado, a gente já tinha a vaga no Mundial garantida. Precisamos começar com força agora. Quando se inicia bem o campeonato de pontos corridos, que tem grandes times e jogos complicados, as chances de ficar com o título aumentam muito", ensinou o veterano, campeão nacional em 2006 (pelo São Paulo) e em 2011.

O ex-time de Danilo passou a encarar o Brasileiro com uma preocupação ainda maior. Pressionado pelas eliminações na Libertadores e no Campeonato Paulista, em que caiu justamente diante do Corinthians, o hexacampeão São Paulo ficou recluso em Cotia para abafar o princípio de crise com uma boa campanha na Série A. "A comissão técnica e a diretoria acharam melhor concentrar os jogadores para aprimorarmos as partes física, técnica e tática. Não há castigo nisso", negou o meia Jadson.Único convocado do São Paulo para defender a Seleção Brasileira na Copa das Confederações, em junho, Jadson espera reencontrar o seu clube com um ambiente melhor quando retornar do torneio. O segredo para a reação é o mesmo dos outros eliminados da Libertadores: largar bem no Brasileiro. "Todo o mundo está se dedicando ao máximo para isso, com uma postura muito boa. O Ney Franco está fazendo os testes dele, e o pessoal quer mostrar serviço. Com certeza, faremos um bom Campeonato Brasileiro", confiou.

Já outro Tricolor, o gaúcho, até se vê como favorito ao título nacional. Mantido como técnico do Grêmio mesmo após a decepção na Libertadores, Vanderlei Luxemburgo já avisou que Fernando, Elano, Zé Roberto, Vargas e Barcos farão sucesso na Série A: "Entramos no Brasileirão como grandes candidatos. Não tenho dúvidas disso. Os treinamentos têm sido mais fortes do que em 2012. Além disso, os campeões sabem lidar com as derrotas. Cresço muito com elas. É assim que construo times vencedores".

A empolgação com o início do Brasileiro dos três times desclassificados da Libertadores que estão na Série A (o Palmeiras disputa a segunda divisão) contrasta com o desinteresse de Fluminense e Atlético-MG. Mais preocupadas com as quartas de final da competição continental, as duas equipes são as únicas que admitem perder pontos no início da campanha para tentar correr atrás depois.

Atual campeão brasileiro, o Fluminense já adiantou que utilizará uma equipe reserva no princípio da Série A. "Foi assim no ano passado, inclusive com o filho (o volante Fábio Braga) do treinador em campo. Naquela ocasião, ganhamos por 1 a 0 do Corinthians e foi legal. Mas eles também estavam com um time reserva", ressalvou o técnico Abel Braga (eliminado exatamente nas quartas de final da Libertadores de 2012), incentivando os seus suplentes. "Meu segundo time não tem medo. A equipe é forte. Vamos para cima", avisou.

Sensação do futebol brasileiro em 2013, o Atlético-MG já provou que pode se sair bem até em uma competição paralela à Libertadores. O time dirigido por Cuca estreará na Série A com a confiança de ter derrotado o rival Cruzeiro na final do Campeonato Mineiro. O irreverente meia Ronaldinho Gaúcho, no entanto, já deixou clara a sua principal meta, no momento em que festejava o título estadual: "Agora é só alegria e vibração. Que venha a Libertadores, pois vamos continuar atropelando".

Se Ronaldinho pode desfalcar o Campeonato Brasileiro nas primeiras rodadas, a competição corre o risco de perder definitivamente uma de suas maiores atrações. A cobiça do Barcelona e de outros clubes europeus pela contratação do atacante Neymar aumentou ainda mais às vésperas de a Série A começar, apesar de ele se irritar com as especulações e prometer reabilitar o Santos na sequência da temporada. "Queríamos o título paulista, mas demos parabéns ao Corinthians e levantamos a cabeça para iniciar o Brasileirão. Esperamos vencer", almejou.

Ainda que Neymar acerte a sua transferência para o futebol europeu, a Série A do Campeonato Brasileiro continuará com outros astros - como Alexandre Pato, ainda em busca de afirmação no Corinthians. "Joguei poucas vezes o Brasileiro quando estava no Internacional. Terei a oportunidade de disputar com mais constância agora e, quem sabe, ser campeão. Estou com o pensamento positivo para buscar o título", discursou o atacante.

Há ainda as presenças de duas estrelas estrangeiras campeãs no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul, respectivamente: o holandês Clarence Seedorf e o uruguaio Diego Forlán, que querem usar a vasta experiência para conduzir Botafogo e Internacional às primeiras colocações do Campeonato Brasileiro. Em Minas Gerais, o Cruzeiro prefere apostar em um zagueiro, Dedé, para se destacar na competição. Já o Vasco, ex-time do badalado defensor, e o seu rival Flamengo contam basicamente com a tradição para se juntar aos eliminados da Libertadores como alguns dos credenciados a fazer boas campanhas na Série A.

Confira todos os jogos da primeira rodada do Campeonato Brasileiro:

Sábado
Vasco x Portuguesa
Vitória x Internacional
Corinthians x Botafogo

Domingo
Grêmio x Náutico
Ponte Preta x São Paulo
Criciúma x Bahia
Santos x Flamengo
Fluminense x Atlético-PR
Cruzeiro x Goiás
Coritiba x Atlético-MG

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade