PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Favoritar Time

Cartola do Cruzeiro sobre bandeira: tem que ir para Playboy

11 mai 2014 - 20h37
(atualizado em 15/5/2014 às 07h53)
Ver comentários
Publicidade
Fernanda Colombo Uliana foi uma das bandeirinhas neste domingo
Fernanda Colombo Uliana foi uma das bandeirinhas neste domingo
Foto: EFE

Após a derrota do Cruzeiro para o Atlético-MG, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Independência, o diretor de futebol do Cruzeiro, Alexandre Mattos, criticou duramente a assistente do jogo Fernanda Colombo Uliana. Conhecida por sua beleza, a auxiliar teve um grave erro no duelo, quando assinalou impedimento de forma errada, prejudicando o Cruzeiro. Irritado, o cartola celeste disse que “estão tentando promover a bandeira”.

“Só por ela ser bonitinha. Acho que ela tem que se reciclar, ano passado reclamaram dela, agora novamente, foi um erro muito grande, não acho ela desonesta, ela é ruim mesmo. É bonitinha tem que ir para a Playboy, fazer o que ela está fazendo nesta sequência tem que dar um tempo nela”, lamentou.

“Impedimento ela deu e não estava, foi claro, não é normal. Centímetros passa, agora um impedimento desse, essa sequência dela, estão tentando promover por ela ser bonitinha”, acrescentou.

Mattos ainda foi duro nas palavras com o árbitro do jogo Heber Roberto Lopes. Segundo o dirigente azul, o dono do apito foi “caseiro”. “A gente sabe que o Heber tem tendência forte ao dono da casa, ela gosta de aparecer, foi muito mal, tem que se reciclar também, não é normal, é um cara rodado e nós ficamos chateados com isso”, reclamou.

Por fim, Alexandre disse que mais uma vez será feita uma representação na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por conta de erros da arbitragem. “Estamos preocupados, é o quarto jogo fora de casa, campanha boa, Cruzeiro entre os primeiros, e sempre com o Cruzeiro é prejudicado. Em todas as quatro partidas fora de casa mandamos fitas, vamos mantar até o fim, mas hoje foi demais: pênalti, pênalti no agarra-agarra, marca tudo para um lado, expulsão”, finalizou.

Fonte: Marcellus Madureira Rodrigues de Oliveira - ME - Especial para o Terra Marcellus Madureira Rodrigues de Oliveira - ME - Especial para o Terra
Publicidade
Publicidade