2 eventos ao vivo

Luxemburgo exalta equipe e critica torcida do Atlético-MG

2 abr 2010
00h57
atualizado às 10h24

O Atlético-MG ganhou de seis, deu show e a torcida saiu do Mineirão feliz da vida com a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Entretanto, o técnico Vanderlei Luxemburgo, que gostou da exibição da equipe, ficou insatisfeito com a atitude dos torcedores, que ficaram impacientes com os erros da equipe no primeiro tempo.

"Meus parabéns aos jogadores. Mostrei para eles uma situação bem clara: começamos os primeiros 20 minutos muito bem, contundentes, e aí a torcida começou a jogar contra nós. A impaciência da arquibancada passou para dentro do campo porque nós começamos a ter erros de passe. Em vez de caminhar junto com a equipe, a torcida ficou impaciente e começou a reclamar do erro do jogador", disse o treinador.

"Bater palma quando está 6 a 0 é fácil, estávamos jogando uma classificação. Eu conheço a torcida do Atlético jogando contra, então imaginei a torcida sempre junto com o time, e o que eu vi no primeiro tempo foi a torcida contra o time porque ela começou a vaiar os jogadores que estavam errando. Se ela começa a criticar o time e ela desce para dentro de jogo com aquela impaciência, não ajuda, atrapalha. Então não gostei".

No segundo tempo, o Atlético melhorou e deslanchou. Fez mais cinco gols e fechou o placar em 6 a 0. O time continua disputando partidas decisivas na sequência da temporada, tanto na Copa do Brasil quanto no Campeonato Mineiro. Mesmo na bronca com o torcedor, Luxemburgo pediu Mineirão lotado novamente no domingo, quando o Atlético encara o América-MG pelas quartas de final do Estadual.

"Claro que o torcedor tem que comparecer, a única coisa que eu não quero é que ele fique contra nós. Identifiquei a torcida como o centroavante da equipe, caminhando junto com o time. Quero que o torcedor seja nosso aliado. Eu tenho certeza que essa torcida é muito forte e ela tem que nos ajudar a conquistar porque hoje em dia faz a diferença. Aqui é a casa do Atlético, e os clubes têm que pedir licença para jogar aqui".

Na partida desta quinta-feira, contra a Chapecoense, o Mineirão registrou 35.396 pagantes.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade