0

Presidente do Cruzeiro cutuca, mas aponta rival como campeão

22 abr 2010
16h59
atualizado às 17h54

O presidente do Cruzeiro, Zezé Perrela, respondeu às denúncias de Alexandre Kalil, dirigente do Atlético-MG, cutucou o rival, mas o apontou como favorito ao título do Mineiro, que será disputado neste domingo contra o Ipatinga.

Durante e depois do jogo valido pelas semifinais entre Cruzeiro e Ipatinga, Kalil acionou seu twitter para criticar a arbitragem da partida e fazer algumas insinuações, apesar da derrota da equipe cruzeirense por 3 a 1. Além disso, antes da eliminação no estadual, o Cruzeiro jogou, no último dia 15, contra o Colo Colo, no Chile, pela Copa Libertadores. Na ocasião, o presidente da Federação Mineira de Futebol (FMF), Paulo Schettino, viajou com o clube a convite da diretoria do Cruzeiro, fato que gerou a revolta do dirigente atleticano.

O presidente Zezé Perrella, se defendeu e explicou a situação. "O Paulo Schettino foi a Caracas e foi de novo agora. Até porque, quem está decidindo o negócio da arbitragem é o Jurandy (Gama Filho, presidente da comissão de arbitragem da FMF). Ele até disse que, se for juiz de fora, ele pede demissão. O Paulo delegou isso a ele. Se o objetivo nosso fosse fazer qualquer tipo de pressão no Schettino, quem teria apitado o jogo de domingo não teria sido juiz de Minas", afirmou.

Como de costume, mantendo o entrave entre os dirigentes, Perrella não perdeu a chance de cutucar o rival. "Quem está questionando é porque não tem mania de ir para o Chile. O Atlético só vai pra lá se for para passear. Eles não disputam Libertadores. Sempre o Cruzeiro levou. Elmer Guilherme foi várias vezes. O presidente da Federação Mineira é o representante do futebol mineiro. Ele tem que ir sim e, de repente, em todas as viagens importantes para representar o futebol mineiro, para mostrar que o futebol mineiro está representado", comentou.

Perrella ainda aproveitou para criticar o comportamento de Kalil. "Para mim, essa opinião é de um desequilibrado. É uma pessoa que quer pressionar juiz, quer ganhar no grito, e o Itair (Machado, presidente do Ipatinga) tem que abrir o olho. A gente sabe como eles trabalham", disse. Mas perguntado sobre quem seria o campeão mineiro, Perrella não titubeou. "O campeonato já é do Atlético. O Ipatinga não joga nada contra eles. É freguês velho", argumentou.

Presidente Kalil protestou e ouviu as respostas de Zezé Perrella
Presidente Kalil protestou e ouviu as respostas de Zezé Perrella
Foto: Ney Rubens / Especial para Terra
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade