1 evento ao vivo

Presidente tem reunião marcada com Marcelo para discutir reforços

Contratado na última sexta-feira, o técnico Marcelo Oliveira estreou pelo Galo já neste domingo, no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, e, na segunda-feira, tem reunião marcada com o presidente alvinegro, Daniel Nepomuceno, para discutir eventuais reforços para a equipe. Em entrevista à Rádio Itatiaia antes do duelo contra o Furacão, o mandatário […]

22 mai 2016
14h44
  • separator
  • 0
  • comentários

Contratado na última sexta-feira, o técnico Marcelo Oliveira estreou pelo Galo já neste domingo, no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, e, na segunda-feira, tem reunião marcada com o presidente alvinegro, Daniel Nepomuceno, para discutir eventuais reforços para a equipe.

Em entrevista à Rádio Itatiaia antes do duelo contra o Furacão, o mandatário atleticano salientou que a diretoria está atenta ao mercado, principalmente no que diz respeito à lateral esquerda, já que o titular Douglas Santos perderá boa parte do Campeonato Brasileiro estando a serviço da seleção brasileira principal e olímpica nos próximos meses.

“O elenco é muito forte, com dois, três jogadores por posição. Temos esses problemas na lateral esquerda e agora, com a lesão do Léo (Silva). Vamos olhar. Na janela aparece muita coisa interessante, tanto propostas para nossos jogadores quanto de jogadores que querem jogar no Atlético. Vamos ficar atentos. Temos uma reunião com o Marcelo na segunda-feira para tratar desse assunto e ver os nomes que interessam a ele. Vamos correr atrás”, afirmou Nepomuceno.

O presidente do Galo ainda comentou como se deu a negociação com Marcelo Oliveira e enalteceu o perfil do treinador que, segundo Nepomuceno, tem a receita para acabar com a fila de 45 anos do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro.

“É aquilo que eu sempre digo, o mais importante é o profissional querer vir e estar com brilho nos olhos, com objetivo bem traçado. Quando as duas partes querem, não tem problema que abale. Foi muito rápido, o Marcelo tinha algumas propostas de fora, mas foram poucos minutos (a negociação)”, colocou.

“Marcelo é de casa, uma figura excepcional, vencedor, tem a receita do Brasileiro, a torcida queria. Estamos muito animados, ele falou bastante com os jogadores, uma palestra longa, conhece bastante o time, sabe o tanto que o Campeonato Brasileiro (depois de) 45 anos é importante para a gente. Um técnico do nível do Marcelo, que é da cidade e estava no mercado, a gente não pode perder tempo. Ele já quis vir com o time. Isso é muito importante para trazer confiança para os jogadores”, completou.

Reforços pontuais – Após o empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, Marcelo Oliveira comentou as declarações do presidente Daniel Nepomuceno e admitiu que o clube busca reforços pontuais em três posições, sendo que uma delas será para a função de centroavante.

“Embora o elenco seja numeroso e de boa qualidade, tem alguns aspectos que a gente tem conversado desde quando iniciamos a negociação para vir para o Atlético. Acho que, pontualmente, em três posições a gente venha a buscar alguns jogadores, porque o campeonato é longo, os jogadores saem para as seleções, alguns jogadores lesionados. Hoje, por exemplo, senti falta de um centroavante de área, a bola passou muitas vezes ali, embora o Clayton tenha feito bem esse papel, se esforçou muito. Vamos trabalhar isso aí. São pequenos ajustes, mas, a grosso modo, o Atlético está bem, acho que estamos no caminho certo”, disse Marcelo, que já volta as suas atenções para o jogo da próxima quinta, contra o Grêmio, no Independência.

“É muito trabalho, é entender que na quinta-feira tem outra batalha dificílima contra o Grêmio. O time está muito desfalcado e o que pesa nem é a qualidade de quem vai entrar, mas o desentrosamento. Então, vamos precisar muito do torcedor nos apoiar, empurrar e cobrar. Isto é uma marca do Atlético, espero que seja assim na quinta para nos ajudar neste jogo difícil”, concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade