0

Sacado, Ronaldinho evita microfones e Cuca diz: "é como qualquer outro"

18 jul 2013
10h43
atualizado às 10h43
  • separator
  • comentários

De tão apagado, Ronaldinho levou até drible entre as pernas e foi sacado de campo por Cuca aos 19min do segundo tempo na derrota para o Olimpia, quarta-feira, em Assunção. Principal jogador do Atlético-MG e da própria Copa Libertadores 2013, ele evitou os microfones e foi o único de todos os atleticanos a recusar o contato com os jornalistas na saída do vestiário do Defensores Del Chaco.

Ronaldinho foi anulado pela marcação do Olimpia e saiu sob vaias no segundo tempo
Ronaldinho foi anulado pela marcação do Olimpia e saiu sob vaias no segundo tempo
Foto: AP

Questionado sobre a atuação ruim de Ronaldinho, o treinador Cuca foi bastante direto e evitou qualquer tipo de análise. Sobre a troca que melhorou o Atlético-MG, com Guilherme, o técnico disse apenas: “ele não estava bem e é um jogador como qualquer outro”.

Jogador escolhido para o lugar de Ronaldinho, o atacante foi mais um a evitar qualquer tipo de saia-justa com o camisa 10. “São situações de jogo. “Eu tinha que estar bem aquecido e entrar no lugar de qualquer companheiro que fosse”, disse Guilherme. Ele ainda evitou se analisar: “essa avaliação não sou eu que tenho que fazer. Entrei para tentar meu melhor e uma pena não ter saído o gol”.

Em aproximadamente uma hora em campo, Ronaldinho foi acionado apenas 11 vezes, aproximadamente um terço de sua média dentro da Copa Libertadores. Teve só uma finalização, para fora, e nenhum lance que chamasse a atenção. Foi só a segunda vez em 2013 que ele foi substituído por Cuca no Atlético-MG.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade