PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

STJD absolve Fred, Atlético-MG e árbitro após polêmicas em duelo

5 nov 2012 19h35
| atualizado às 20h26
Publicidade

O atacante Fred foi absolvido em plenário na noite desta segunda-feira, no STJD. Após ter dado um empurrão no lateral esquerdo Junior Cesar, do Atlético-MG, no confronto entre as equipes pela 32ª rodada, ele foi julgado pelo artigo 260 (ato hostil), mas foi absolvido. O time mineiro e o árbitro Jailson Macedo Freitas (BA) também foram absolvidos.

» Veja como eram os astros do futebol mundial na infância

A defesa do jogador, liderada pelo advogado do Fluminense, Mário Bittencourt, se baseou no critério de que o lateral forçou a jogada para receber um terceiro cartão amarelo e ficar fora de um jogo que já não podeira jogar, contra o Flamengo. Além disso, relatou que o atacante não tem histórico de problemas e não teve maldade no lance.

Durante seu discurso, Fred garantiu que estava com pressa para sair a bola, já que o adversário acabara de marcar um gol, e lembrou que esticou o braço apenas para escorar o mineiro.

"Tomamos um gol e eu só queria sair o quanto antes para empatar o jogo. O Junior Cesar veio caminhando para retardar. Eu nem estava olhando. Fui para escorar. Eu só vi um vulto e quando ele mexeu o pé eu fui tentar escorar. Ele é baixo. Não tive intenção de agredir", disse.

O Atlético-MG, julgado no artigo 191, por causa das faixas de protesto e do mosaico contra a CBF, também foi absolvido, assim como o árbitro Jailson Macedo Freitas. Nenhum deles, porém, assim como Fred, foram de maneira unânime.

Baixe gratuitamente o aplicativo Sigo meu Time e acompanhe seu time do coração

Protesto da torcida do Atlético-MG rendeu denúncia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)
Protesto da torcida do Atlético-MG rendeu denúncia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)
Foto: Gil Leonardi / Lancepress!
Fonte: Lancepress!
Publicidade