Atlético-MG

Atlético-MG

publicidade
23 de maio de 2013 • 12h14

Tijuana x Atlético-MG: siga o jogo em minuto a minuto pelo Terra

Ronaldinho é atração no México
Foto: Ramon Bittencourt / Agência Lance

Embalado pelo título mineiro, mas cansado pela viajem ao México, o Atlético-MG encara o Tijuana, nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Caliente, que possui gramado sintético. O duelo é valido pelas quartas de final da Libertadores e terá acompanhamento minuto a minuto do Terra.

Pierre projeta confronto contra Tijuana; vejaClique no link para iniciar o vídeo
Pierre projeta confronto contra Tijuana; veja

Se os atleticanos superarem o cansaço e o gramado sintético, além de encaminharem a classificação, ainda ajuda o clube a manter a invencibilidade de nunca ter sido derrotado em solo mexicano, onde disputou cinco jogos, venceu três e empatou dois.

As três primeiras partidas do Atlético-MG no México foram amistosos disputados em 1972. Em 23 de julho, empate sem gols com a seleção mexicana B, no Estádio Jalisco. Uma semana mais tarde, vitória por 4 a 2 sobre a seleção mexicana A, no Estádio León. Em 2 de agosto, novo triunfo, desta vez sobre a seleção mexicana B, pelo placar de 2 a 0.

Já em 1985, no dia 19 de agosto, o Galo empatou por 3 a 3 com o Chivas Guadalajara, em amistoso disputado no Estádio Jalisco. Quatro dias depois, venceu o San Francisco por 2 a 1, também em partida amistosa, no Estádio Domingo Velázquez.

Se depender da simpatia e do carinho dos mexicanos, o Atlético-MG vai manter os números positivos. O craque Ronaldinho tem sofrido forte assédio dos fãs, que marcaram presença em grande número em um treinamento, somente para ver o jogador, que é considerado uma verdadeira estrela.

Apesar da euforia dos mexicanos, Ronaldinho sabe que a missão não é simples. O jogador já atuou em grama sintética nos tempos do Barcelona, e afirma que é bem diferente de jogar em gramado natural. “Já tive a experiência de jogar em grama sintética no Barcelona e também em peladas de final de ano. Muda bastante, mas o Atlético-MG está preparado para conquistar um bom resultado”, declarou.

No Tijuana, uma das apostas é o atacante Fidel Martínez, que é conhecido da torcida mineira, já que passou pelas categorias de base do Cruzeiro. O jogador sabe das dificuldades, mas lembra que costumava dar sorte quando enfrentava o Atlético-MG pela base do time rival.

"Lembro muito de Belo Horizonte sempre. Tenho muitos amigos lá. Já fiz gol pela base, no sub-20, contra o Atlético-MG. Tomara que consiga de novo. Mas será um jogo diferente, o time do Atlético-MG é muito rápido. O pessoal está tranquilo. Se Deus quiser, vamos conseguir um resultado positivo", disse.

Para escalar o time, o técnico Antonio Mohamed tem apenas um desfalque em relação ao time que eliminou o Palmeiras, dentro do Pacaembu. O zagueiro Aguilar foi expulso nas oitavas e é desfalque certo. A tendência é que o treinador da equipe mexicana Ortíz ao lado de Núñez formando a defesa do Tijuana.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva