1 evento ao vivo

Furacão sub-23 arranca vitória diante do Toledo nos acréscimos

21 mar 2013
21h31
atualizado às 21h47

O time sub-23 do Atlético Paranaense quase foi surpreendido no Ecoestádio Janguito Malucelli, mas arrancou uma vitória nos acréscimos, por 3 a 2, diante do Toledo Colônia Work, que ainda luta contra o rebaixamento na classificação geral. Com o resultado, o Furacão termina a rodada na segunda colocação, com dez pontos, dois atrás do líder Londrina.

O Porco abriu o placar aos sete minutos do primeiro tempo, com Eurico aproveitando cruzamento de Cícero. O Rubro-Negro deixou tudo igual com Douglas Coutinho, aos 13 minutos, aproveitando jogada de Crislan. Mas, três minutos depois, Marcelo Guerreiro cabeceou para colocar o time do interior na frente. Crislan, aos 40 minutos, empatou. Depois do intervalo, nos acréscimos, Crislan fechou a contagem.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Cianorte, domingo, no Estádio Albino Turbay. Já o Toledo terá pela frente, no mesmo dia, o Paranavaí, no Estádio 14 de Dezembro.

O jogo - O Porco não se intimidou com o Atlético e surpreendentemente levava mais perigo nos minutos iniciais. Aos três minutos, Cícero aproveitou rebote e mandou por cima da meta. Mas, aos sete minutos, Cícero cruzou na medida para Eurico disparar para o fundo do gol. O Rubro-Negro acordou e chegou ao empate com Douglas Coutinho, aos 13 minutos, aproveitando jogada de Crislan.

A comemoração durou pouco. Aos 16 minutos, a zaga atleticana cochilou e Marcelo Guerreiro apareceu na área para testar firme para o fundo das redes. O jogo era movimentado, com o time do interior mostrando muita disposição, especialmente na marcação. Aos 22 minutos, Cícero pegou sobra de bola e tentou o arremate, que explodiu na defesa atleticana.

O Furacão tinha muita dificuldade para chegar ao campo de ataque e não conseguia criar oportunidades reais de gol. Aos 33 minutos, Héracles mandou uma bomba de fora da área e Ney fez boa defesa. Pressão do Atlético e, aos 40 minutos, Héracles recebeu o passe, cruzou para a área e Crislan apareceu no meio da confusão para deixar tudo igual no placar.

Na segunda etapa, o Toledo voltou assustando. Logo no primeiro minuto, Juninho fez jogada individual e chutou pela linha de fundo, com perigo. Muita marcação no meio campo deixava a partida travada, sem muita emoção. Renatinho tentou então resolver sozinho, aos nove minutos, mas arrematou para muito longe, isolando a bola.

Thiago Almeida, que havia acabado de entras, aos 14 minutos, abriu espaço e chutou forte para grande defesa de Hugo. Mais Porco no ataque e, aos 19 minutos, Eduardo chutou, Hugo deu rebite e Warley apareceu impedido e não pode concluir a jogada. Safira, aos 25 minutos, recebeu bom lançamento, mas tentou enfeitar na hora do arremate, perdendo mais uma chance.

Já sem alternativas, o Atlético arriscava do jeito que dava. Aos 30 minutos, Elivélton arriscou de muito longe, totalmente torto. Nas arquibancadas, os pouco mais de dois mil torcedores presentes mostravam insatisfação com o Rubro-Negro. Aos 40 minutos, Edigar Junior invadiu a área, mas preferiu simular uma falta ao invés de avançar. Mas, aos 46 minutos, Harrison cruzou e Rafael Zuchi subiu junto com Crislan, o último a tocar, para garantir os três pontos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade