4 eventos ao vivo

Após liderar, Franck comemora "retorno olímpico" e 13º lugar

12 ago 2012
11h48
atualizado às 15h01

Franck Caldeira ficou muito satisfeito com o 13º lugar na maratona dos Jogos Olímpicos de Londres, realizada na manhã deste domingo. Para o atleta, a corrida marcou um novo recomeço depois de quatro anos sem grandes marcas.

» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

"Foi uma prova difícil, Olimpíada o nível é sempre muito forte. Foi uma prova bem tática, o início foi um pouco lento, e nisso prevalece sempre os atletas que tem uma marca mais forte. Mas estou no caminho, é um novo recomeço depois de quatro anos sem fazer grandes marcas. Estou voltando para a casa feliz por voltar a trabalhar no alto nível", disse.

O brasileiro chegou a liderar isoladamente no início da prova, mas acabou ultrapassado antes da metade do percurso. Segundo ele, essa não foi uma ideia premeditada.

"Eu estava no meu ritmo ditado pela prova, pelo meu técnico. Não fiz prova nenhuma para ninguém nem procurei fazer ritmo mais forte para aparecer, era uma tática minha mesmo", declarou Caldeira, que, com o tempo de 2h13min35s, ficou próximo de sua melhor marca, que era 2h12min03s.

Com a oitava posição de Paulo Roberto de Paula e a quinta de Marílson Gomes dos Santos, o Brasil foi o único País que deixou três atletas entre os 15 primeiros da maratona. Para Franck, isso é um bom caminho para a Olimpíada de 2016.

"Acho que nós estamos no caminho pra 2016. Agora, é trabalhar em sequência. Um projeto olímpico tem que ser trabalhado aos poucos", finalizou o maratonista.

Brasileiro ficou próximo de sua melhor marca da carreira
Brasileiro ficou próximo de sua melhor marca da carreira
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade