0

Autoridades italianas abrem investigação contra Asafa Powell

16 jul 2013
10h43
atualizado às 13h37

A promotoria de Udine abriu uma investigação nesta terça-feira contra vários atletas jamaicanos, entre eles o ex-recordista mundial dos 100 m Asafa Powell, "por violação da lei contra o doping", informou a imprensa italiana.

Sherone Simpson, medalhista de prata dos 100 m nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, e o preparador físico de Powell, o canadense Christopher Xuereb, também serão investigados, informou a fonte.

A investigação se apoia no artigo 9 da lei contra o doping que, na Itália, não diferencia quem administra a substância de quem a consome.

Tanto Powell quanto Simpson, que foram flagrados no antidoping com substâncias proibidas em junho, estavam treinando no norte da Itália, mas deixaram o país junto com Xuereb após a polícia revistar o hotel onde estavam hospedados, apreendendo diversos medicamentos e complementos alimentares, de acordo com a imprensa italiana.

A promotoria de Udine, cidade vizinha ao local onde os jamaicanos se preparavam para o Mundial de Atletismo de Moscou (10-18 de agosto), encabeça a investigação.

A promotoria confirmou que apreendeu cerca de 50 caixas com produtos suspeitos e sem etiqueta nos quartos de Powell, Simpson e Xuereb na noite do último domingo.

A polícia e a promotoria irão analisar agora estes produtos com a ajuda de um laboratório para determinar se contém substâncias proibidas por lei, explicou a imprensa italiana.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade