1 evento ao vivo

Aprenda o que fazer quando suas costas travam na corrida

20 jul 2012
16h55

Você está bem durante o treino, a corrida está rendendo mais do que o esperado, mas aí, a coluna trava. O que fazer? Insistir até cumprir o que manda a planilha ou parar imediatamente?

Você está bem durante o treino, a corrida está rendendo mais do que o esperado, mas aí, a coluna trava. O que fazer? Insistir até cumprir o que manda a planilha ou parar imediatamente?
Você está bem durante o treino, a corrida está rendendo mais do que o esperado, mas aí, a coluna trava. O que fazer? Insistir até cumprir o que manda a planilha ou parar imediatamente?
Foto: Shutterstock



"Seja qual for o grau da dor, pare", orienta Alexandre Sadao Iutaka, ortopedista do Instituto Vita, de São Paulo. "No geral, a gravidade é sinalizada por irradiação da dor para as pernas. Pode haver formigamento e perda de força nos membros inferiores. As pontadas mais localizadas, só na lombar, tendem a ser menos sérias, mas ainda assim é recomendado parar, para não agravar o quadro", completa o especialista.



O corredor deve suspender o treino - mesmo o de musculação ou qualquer outro tipo de exercício - por pelo menos três dias. "O tratamento no geral é feito com analgésicos e anti-inflamatórios. Para relaxamento muscular, é recomendado o uso de calor e alongamentos bem leves. Uma crise aguda de lombalgia pode durar até três semanas. Mas, se entre dois ou três dias o paciente não sentir melhora na dor, deve procurar um médico para uma investigação clínica por meio de exames de imagem", diz Alexandre.



Para o ortopedista especializado em medicina esportiva Marcelo Filardi, o problema de se ignorar o quadro e seguir na corrida é que a musculatura paravertebral não relaxa.



"Uma opção, se a dor não persiste por mais de 10 segundos seguidos, é mudar temporariamente de atividade. Por exemplo, fazer bike ou cross-training. Isso já faz parte do atual protocolo da Sociedade Americana de Medicina Esportiva", comenta Marcelo.



Butique de Letras
Especial para o Terra
Fonte: Terra
publicidade