Corrida de rua
 
 

Esportes » Atletismo » Corrida de Rua » Corrida de Rua

 Inclua o chocolate na dieta de corredor por 7 motivos
30 de julho de 2012 08h56

Melhora a disposição e o raciocínio -  O alimento apresenta boas quantidades de cafeína e, principalmente teobromina. Ambas são substâncias .... Foto: Shutterstock

Melhora a disposição e o raciocínio - O alimento apresenta boas quantidades de cafeína e, principalmente teobromina. Ambas são substâncias estimulantes que atuam no sistema nervoso central, melhorando a disposição, a atenção e o raciocínio
Foto: Shutterstock

Uma pequena porção de chocolate por dia, em especial o amargo, pode baixar a pressão arterial e reduzir o risco de doenças cardíacas, por exemplo. E o alimento também é fonte de micronutrientes fundamentais para o bom rendimento de quem pratica atividades físicas.

A única dica importante para quem é corredor é evitar consumi-lo logo antes do treino, por conta do seu elevado teor de gordura. O ideal é deixá-lo para outros momentos do dia ou até 1h antes dos exercícios.

Confira a seguir sete bons motivos para manter o chocolate na dieta.

1. Melhora a disposição e o raciocínio
O alimento apresenta boas quantidades de cafeína e, principalmente teobromina. Ambas são substâncias estimulantes que atuam no sistema nervoso central, melhorando a disposição, a atenção e o raciocínio.

2. Garante bem-estar
"O doce estimula a produção de serotonina no organismo, um neurotransmissor que contribui para a sensação de bem-estar, prazer e bom humor", ressalta a nutricionista Rachel Francischi, mestre em biologia funcional e molecular na área de bioquímica da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

3. Proporciona boas noites de sono
Além de estimular a sensação de prazer e bem-estar, a serotonina produzida a partir do consumo de chocolate melhora a qualidade do sono.

4. Possui minerais importantes para os corredores
O chocolate contém minerais essenciais para o organismo de quem pratica exercícios, como magnésio, ferro, cobre e manganês. "O magnésio atua nas contrações musculares, enquanto o ferro é fundamental para a produção de hemoglobina e o transporte de energia no organismo. Já o cobre e o manganês participam de uma série de reações enzimáticas", lista Rachel.

5. Reduz o estresse oxidativo das células
"Rico em flavonoides, substâncias antioxidantes que protegem o corpo da ação dos radicais livres, o chocolate ajuda a manter a saúde dos vasos sanguíneos e protege contra o envelhecimento", diz Ricardo Zanuto, nutricionista clínico e do esporte, especialista em fisiologia do exercício.

6. Diminui o risco de doenças cardiovasculares
Um estudo realizado por pesquisadores alemães e publicado no site do The European Heart Journal em março de 2010 apontou que o chocolate, em especial o amargo, pode melhorar os níveis de lipídios no sangue, reduzir a pressão arterial e o risco de doenças cardíacas.

7. Ajuda a repor a energia gasta com os treinos
Quem pratica esportes precisa de energia para um bom desempenho nos exercícios. Por ser bastante calórico, o chocolate também pode colaborar com esse aporte energético.

Mas mesmo com todos esses benefícios, fique atento, porque o chocolate possui um alto teor de gordura. No chocolate ao leite, por exemplo, o nutriente representa cerca de 50% da composição, sendo que aproximadamente dois terços dessa gordura é saturada. Portanto, você pode, sim, incluir o a alimento na dieta todos os dias, porém, com moderação. O ideal é consumir uma porção até 35 g diariamente. Além disso, como as propriedades benéficas do doce estão relacionadas ao cacau, quanto mais escuro o chocolate, maior será a concentração dessas substâncias. Por isso, sempre que possível, opte pelo meio amargo ou o amargo.

Roda Livre
Especial para o Terra
Terra
  1. Garante bem-estar - "O doce estimula a produção de serotonina no organismo, um neurotransmissor que contribui para a sensação de bem-estar, prazer e bom humor", ressalta a nutricionista Rachel Francischi, mestre em biologia funcional e molecular na área de bioquímica da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas)

    Foto: Shutterstock

  2. Proporciona boas noites de sono - Além de estimular a sensação de prazer e bem-estar, a serotonina produzida a partir do consumo de chocolate melhora a qualidade do sono

    Foto: Shutterstock

  3. Possui minerais importantes para os corredores - O chocolate contém minerais essenciais para o organismo de quem pratica exercícios, como magnésio, ferro, cobre e manganês. "O magnésio atua nas contrações musculares, enquanto o ferro é fundamental para a produção de hemoglobina e o transporte de energia no organismo. Já o cobre e o manganês participam de uma série de reações enzimáticas", lista Rachel

    Foto: Shutterstock

  4. Ajuda a repor a energia gasta com os treinos - Quem pratica esportes precisa de energia para um bom desempenho nos exercícios. Por ser bastante calórico, o chocolate também pode colaborar com esse aporte energético

    Foto: Shutterstock

  5. Melhora a disposição e o raciocínio - O alimento apresenta boas quantidades de cafeína e, principalmente teobromina. Ambas são substâncias estimulantes que atuam no sistema nervoso central, melhorando a disposição, a atenção e o raciocínio

    Foto: Shutterstock

  6. Diminui o risco de doenças cardiovasculares - Um estudo realizado por pesquisadores alemães e publicado no site do The European Heart Journal em março de 2010 apontou que o chocolate, em especial o amargo, pode melhorar os níveis de lipídios no sangue, reduzir a pressão arterial e o risco de doenças cardíacas

    Foto: Shutterstock

  7. Reduz o estresse oxidativo das células - "Rico em flavonoides, substâncias antioxidantes que protegem o corpo da ação dos radicais livres, o chocolate ajuda a manter a saúde dos vasos sanguíneos e protege contra o envelhecimento", diz Ricardo Zanuto, nutricionista clínico e do esporte, especialista em fisiologia do exercício

    Foto: Shutterstock

/atletismo/corrida-de-rua/foto/0,,00.html