0

Evite alimento que sabota e prefira o que dá gás para correr

20 jul 2012
16h52

Realizar uma atividade física de estômago vazio não é saudável. Mas tem comida que sabota sua corrida e outras que são combustível Premium. Por isso, é tão importante aprender a fazer as trocas de alimentos de um jeito inteligente, sendo que a primeira recomendação é prestar atenção nos produtos com fibras, lactose e açúcar em excesso.

Existe comida que sabota a corrida e outras que levam você mais longe nos treinos. Aprenda a fazer as trocas de alimentos de um jeito inteligente, evitando os produtos com lactose, os muito ricos em fibras e os com açúcar em excesso
Existe comida que sabota a corrida e outras que levam você mais longe nos treinos. Aprenda a fazer as trocas de alimentos de um jeito inteligente, evitando os produtos com lactose, os muito ricos em fibras e os com açúcar em excesso
Foto: Shutterstock



"O organismo de boa parte dos adultos sofre com a redução da produção da lactase, a enzima que digere a lactose, por isso há dificuldade de digestão. Os alimentos muito doces causam hipoglicemia de rebote. Isso acontece quando a taxa de açúcar do sangue aumenta subitamente e também cai rapidamente, provocando tontura. E as fibras costumam estimular o funcionamento do intestino", explica a nutricionista Livia Hasegawa, da clínica Nutrição Esportiva e Clínica Funcional, de São Paulo.



Confira, a seguir, as substituições para você comer antes dos treinos e correr sem desconforto.



Grupo da lactose
Evite:

leite, iogurte, achocolatado, vitaminas com leite ou sorvetes com leite (mesmo desnatados) e queijos. "O iogurte é um ótimo alimento, rico em proteínas, uma ótima fonte de cálcio, além de melhorar a saúde intestinal e a imunidade do organismo. Melhor deixá-lo para o pós-treino, usando-o para refazer os estoques de proteína na musculatura, assim como o leite desnatado", diz Livia.



Prefira:

água de coco porque, além de hidratar, possui sódio e sais minerais, importantes na prevenção de câimbras. Outras opções são o chá verde e o café (puro, com adoçante ou bem pouco açúcar). "São bebidas de baixa caloria e com cafeína, que acelera o metabolismo e aumenta o uso da gordura como fonte de energia", diz a nutricionista. Quanto aos sucos, eles reforçam o estoque de carboidratos. "É preciso diluir meio copo de suco com meio de água para não dar hipoglicemia de rebote. O suco de uva integral (que vem em garrafa de vidro), que possui antioxidantes, é muito prático, mas não adicione açúcar ou adoçante".



Grupo das fibras
Evite:

mamão (possui papaína, substância que estimula naturalmente o funcionamento do intestino), ameixa (estimula o intestino pela presença de uma fibra chamada pectina), goiaba, granola, aveia e manga.



Prefira:

banana, já que é uma boa fonte de carboidratos e não é inimiga do intestino. "Tem um baixo teor de fibras (em torno de 1,5 por porção) e sua digestão, bem como a dos carboidratos presentes nela, é rápida", afirma Livia.



Entre outras substituições de frutas, aposte também no morango, rico em flavonoides, que fazem bem para o coração e são bons para as articulações. A nutricionista sugere uma xícara cheia deles antes do treino.



Pobre em fibras, o kiwi é uma boa fonte de vitamina C e de fácil digestão. Coma dois para começar a se exercitar. Também vale comer pera ou maçã, já que ambas são fontes de vitaminas do complexo B (que auxiliam na produção de energia), fósforo (importante para o sistema nervoso central) e vitamina C (antioxidante).



Caso goste de frutas secas, elas são permitidas, pois seus carboidratos são facilmente absorvidos pelo organismo. Uma barra de bananinha seca é ótima para aquele lanche de 15 minutos antes de correr.



Grupo dos doces
Evite:

: bolos, tortas, chocolate, quindim e outros doces.



Prefira:

pão com geleia sem adição de açúcar. A combinação funciona como boa fonte de carboidrato e supri a vontade de comer algo doce mesmo que antes de treinar.



Butique de Letras
Especial para o Terra
Fonte: Terra
publicidade