publicidade
05 de outubro de 2012 • 08h05

Saiba quais alimentos funcionais são essenciais ao corredor

Além de contribuir para a manutenção da saúde, os alimentos funcionais têm um papel fundamental na performance, pois são responsáveis por fazer o corpo produzir energia de forma mais eficiente, assim como otimizar a recuperação após os treinos
Foto: shutterstock / Terra
 

Na dieta do praticante de corrida, os alimentos funcionais - aqueles que, além de nutrir, também contribuem para a manutenção da saúde − têm um papel fundamental na performance, pois são responsáveis por fazer o corpo produzir energia de forma mais eficiente, além de otimizar a recuperação após os treinos. "Eles ajudam a evitar o overtrainning e a deterioração celular causada pela peroxidação de lipídios (ação dos radicais livres), melhorando o fluxo sanguíneo e, ao mesmo tempo, previnem lesões por sobre-esforço, muito comuns em corredores", explica Janete Neves, nutricionista da Clínica Esportiva.



Se consumidos adequadamente, esses nutrientes trazem diversos benefícios ao organismo. Por outro lado, a falta deles pode comprometer não só o desempenho, mas também a saúde. "A carência desses nutrientes causa um desiquilíbrio e o organismo deixa de aproveitar seu potencial, sentindo-se fadigado e indisposto com mais frequência", afirma a nutricionista. No caso dos corredores, que sofrem uma grande perda de vitaminas e minerais em decorrência do desgaste físico, a necessidade nutricional é ainda maior.



Os nutrientes que compõem os alimentos funcionais também podem ser ingeridos por meio de suplementos, em forma de pó, gel e cápsulas, que visam facilitar a vida do esportista - nesse caso orientado por um especialista. O ideal, porém, é que o atleta consiga suprir sua necessidade incluindo esses alimentos em suas refeições diárias. Para isso, a nutricionista Janete Neves elaborou uma lista com aqueles que não devem faltar na dieta do corredor. Confira:



- Antioxidantes - possuem vitaminas E, C e betacaroteno, presentes em frutas cítricas, cenoura, castanhas e nozes. São importantes no pós-treino, pois combatem a ação dos radicais livres gerados pelo esforço físico;


- Recuperadores - contêm magnésio, zinco e cálcio, encontrados em cereais integrais e vegetais verde-escuros. Auxiliam na recuperação de lesões e na contração muscular. Devem ser consumidos em grande quantidade, diariamente, nas principais refeições (almoço e jantar);


- Repositores energéticos - fontes de água, sódio e carboidrato, presentes na cana-de-açúcar, beterraba, maisena, mel, frutas e sal. Seu consumo é importante durante os treinos longo;


- Construtores - contêm creatina e aminoácidos, encontrados nas carnes, ovos e peixes. Essenciais para ganho de força e explosão muscular. Devem ser consumidos diariamente nas principais refeições (almoço e jantar).



Roda Livre
Especial para o Terra
Terra