0

EUA poupam estrelas e têm ameaça de Brasil e Cuba no atletismo

9 out 2011
05h09
atualizado às 05h37

Com uma equipe de 90 atletas nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, a seleção americana de atletismo não vai contar com suas principais estrelas no evento e terá uma difícil missão de liderar o ranking de medalhas na modalidade. Isso, somado ao fato que Brasil e Cuba estão levando seus destaques no esporte e o México será o anfitrião.

A seleção americana está formada por uma mistura de veteranos em Pans e Mundiais e algumas promessas jovens que podem despontar nos Jogos de Londres em 2012. Serão 14 atletas com experiência em mundiais - cinco deles estavam, recentemente, em Daegu, Coreia do Sul, incluindo o medalhista de ouro no revezamento 4x400 m, Michael Berry, de 19 anos.

A ausência dos principais velocistas da Jamaica como Usain Bolt, Asafa Powell, Steve Mullings, entre outros, abre o leque de possibilidades na velocidade. Com isso, os americanos esperam reconquistar o título nos 100 m pelas pernas de Monzavous Edwards, medalhista de bronze no revezamento curto no Rio, e que registrou 10s13 neste ano.

No entanto, a maior força da equipe americana está na área de lançamentos, onde se destaca a veterana Aretha Thurmond, campeã no Pan de Winnipeg 1999 e Santo Domingo 2003. Além dela, Michelle Carter com seus 19,86 m em impulsão é a segunda melhor do continente, depois de sua compratiota Jillian Camarena.

Entre os homens, o destaque é o multicampeão americano de lançamento de martelo, Kibwe Johnson, que está na sua segunda aparição em Pans - em 2007, o atleta ficou com a prata. Johnson figura com a décima melhor marca mundial do ano (80,31 m) e a melhor da região, seguido pelo cubano Roberto Janet (76,40 m). Na área do salto em altura, Jamie Nieto, prata em Santo Domingo 2003 se sobressai.

No Pan do Rio de Janeiro 2007, Cuba dominou no atletismo de campo e de pista. O país levou 12 títulos e foi seguido do Brasil, com nove. Estados Unidos e Canadá conquistaram seis medalhas cada um.

Pan 2011 no Terra

O Terra transmitirá simultaneamente até 13 eventos, ao vivo e em HD, dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara via web, tablets e celular.
Com uma equipe com mais de 220 profissionais, a maior empresa de Internet da América Latina fará a mais completa cobertura da competição que será realizada de 14 a 30 de outubro, trazendo, direto do México, a preparação de atletas, detalhes da organização e toda a competição, com conteúdo em texto, fotos, vídeos, infográficos e muita interatividade.

Acesse também a cobertura em:
http://m.terra.com.br/guadalajara2011
http://tablet.terra.com.br
http://wap.terra.com.br/pan2011/

Depois de dez horas de viagem ao México, Seleção Brasileira de ginástica rítmica não teve descanso e fez um longo treino em Guadalajara
Depois de dez horas de viagem ao México, Seleção Brasileira de ginástica rítmica não teve descanso e fez um longo treino em Guadalajara
Foto: Reinaldo Marques / Terra
Fonte: Terra
publicidade