2 eventos ao vivo

Ex-jogadoras de vôlei formam equipe brasileira do 4x400 m em Londres

19 jul 2012
10h42
atualizado em 20/7/2012 às 16h44
Emanuel Colombari
Vagner Magalhães
Direto de Londres

A equipe brasileira feminina do revezamento 4x400 m que disputará a Olimpíada de Londres foi formada já em 2012 com base no ranking individual da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). E mesmo contando com as cinco atletas de melhor desempenho na prova para a competição, a CBAt e o Brasil poderiam ter perdido atletas do time para outras modalidades.

» Saiba como assistir à Olimpíada no Terra
» Coloque as notícias sobre a Olimpíada no seu site
» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Saiba todos os detalhes dos atletas brasileiros que estarão em Londres

No quinteto, a titular Lucimar Teodoro foi uma das que tiveram a oportunidade de disputar outros esportes na infância, destacando-se com medalhas no futebol, no vôlei e no handebol. Entretanto, graças à cobrança familiar na adolescência, a velocista optou pelas pistas e agora colhe os frutos pela decisão tomada.

"Eu comecei no esporte a partir dos sete, oito anos. Mas com 14 é que defini mesmo no atletismo. Graças a Deus, deu muito certo minha escolha, porque eu era boa com outras coisas. Mas aí minha mãe falou para eu escolher, e eu escolhi o atletismo", contou ao Terra antes dos treinos desta quinta-feira no Crystal Palace National Sports Centre, local escolhido pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para a aclimatação dos atletas do País.

O vôlei na infância, por sinal, não foi um caso isolado na equipe. "Comecei na escola jogando vôlei, mas não era nem federada. Fiz umas duas partidas, mas nem registrou. Aí depois fui para o atletismo", diz Jailma de Lima, mais uma titular do time, que deixou as quadras "aos 12 ou 13 anos" para se dedicar ao atletismo.

A equipe do Brasil, comandada pelos técnicos Martinho Santos e Sanderlei Parrela, conta ainda com Joelma Souza, Geisa Coutinho e com a reserva Aline dos Santos. A ordem das quatro nas disputas ainda não foi divulgada, mas pouco tem atrapalhado a preparação das ex-jogadoras de vôlei, que entram em ação no dia 10 de agosto e buscam vaga na final do dia seguinte.

"Querendo ou não, todas vão ter que correr. O Sanderlei é quem está definindo. Tem uma noção, mas ainda não está definido", afirma Jailma, ainda se acostumando às instalações de Londres. "No momento, dá um pouco de cansaço pela viagem. Mas aos poucos vai voltando ao normal", acrescentou.

Olimpíada ao vivo no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, de 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Jailma de Lima é uma das velocistas brasileiras que jogou vôlei na infância
Jailma de Lima é uma das velocistas brasileiras que jogou vôlei na infância
Foto: Edson Lopes Jr / Terra
Fonte: Terra
publicidade