publicidade
13 de outubro de 2011 • 16h56

Indiano de 100 anos se prepara para correr maratona no Canadá

Com 100 anos, Fauja Singh se prepara para correr a Maratona de Toronto
Foto: AP
 

A próxima edição da Maratona de Toronto, que será realizada no próximo domingo, reservará um feito impressionante. O indiano Fauja Singh está inscrito no evento da cidade canadense e buscará completar os 42 quilômetros do trajeto. Isso não seria algo notável se não fosse o fato do atleta ter completado 100 anos no dia primeiro de abril de 2011.

Residindo na Inglaterra, Singh começou a competir aos 89 anos, quando debutou na Maratona de Londres, em 2000. A partir dali, o corredor já bateu três recordes na categoria acima de 90 anos. Duas marcas foram conquistas em Toronto: 2h29min59s na meia-maratona em 2004 e 5h40min1s feitos na maratona completa em 2003. A terceira foi nos 10 km, completados em 64min na Maratona de Lahore, no Paquistão

Segundo seu treinador, Harmander Singh, 52 anos, sem parentesco com o atleta, Fauja começou a correr porque ele precisava de "um novo foco", após se mudar para a Inglaterra depois que sua mulher e filho morreram, cerca de 20 anos atrás.

Porém, o indiano não corre uma maratona completa desde 2004. Caso ele finalize a corrida, ele acabará com uma discordância sobre o título de ser a pessoa mais velha a completar uma maratona. Para o Guinness, esse recorde pertence a Gladys Burrill, com 92 anos. Entretanto, para a Associação de Estatísticos de Corridas de Rua, esse recorde já pertence a Singh, que com 93 anos, completou a Maratona de Londres, em 2004. Com 100 anos, a dúvida não existiria mais.

Sobre a possibilidade de desistir, Singh discursou: "eu apenas continuo indo, sabendo que a cada passo que dou, estarei mais perto da linha de chegada. Desistir não me fará chegar lá", afirmou em entrevista ao portal de notícias The Star.

A preparação do indiano impressiona. Ele corre de 12 km a 16 km por dia e mantem uma dieta a base de chá, torradas e Curry, comida típica da Índia. Sobre seu estado físico, o treinador recordou os resultados de um exame de densidade óssea realizado em 2010. Sua perna esquerda se equivalia a de um homem com 35 anos. A direita, similiar a de um homem com 25.

Quando tomou ciência disso, Singh respondeu: "eu sabia que minha perna esquerda era fraca".

Terra