3 eventos ao vivo

Pistorius causa comoção com classificação e se emociona: "tinha fé em mim"

4 ago 2012
08h33
Marina Novaes
Ulisses Neto
Direto de Londres

A classificação do velocista sul-africano Oscar Pistorius, primeiro atleta a competir no atletismo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, para a semifinal dos 400 m rasos, causou comoção entre o público que lotou o Estádio Olímpico neste sábado.

» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

Emocionado, ele comemorou com entusiasmo o resultado, como se não acreditasse no placlar ilustrado nas telas enormes que ficam no estádio, sendo ovacionado e aplaudido de pé pelo público que lotava as arquibancadas. As palmas para o atleta demoraram a parar, e o corredor respondia com acenos empolgados.

"Eu tinha muita fé que conseguiria, muita fé em Deus, fé em mim. O meu objetivo era chegar à semifinal, e estou até arrepiado. Eu vim para representar o meu país (a África do Sul), e essa é uma tarefa que eu levo muito a sério. E agora eu quero correr melhor ainda", afirmou o sul-africano.

O atleta, que teve de amputar as duas pernas abaixo dos joelhos quando tinha 11 meses, competiu na primeira bateria e ficou na segunda colocação entre seu grupo. Ele completou o percurso em 45s44, conquistou a classificação com o 16º tempo, e fez história em Londres - ele, que já era conhecido, tornou-se hoje celebridade imediata do esporte.

Após a competição, jornalistas do mundo todo se amontoaram na área de imprensa para tentar entrevistá-lo, o que causou um tumulto no local e briga entre os veículos, que disputavam o espaço. A cena, rara mesmo na Olimpíada, só costuma ocorrer com atletas famosos como os jogadores de basquete do Dream Team e o velocista Usain Bolt.

Na rápida entrevista, Pistorius agradeceu a delegação sul-africana, sua equipe do revezamento 4X400 m, e os jornalistas que o entrevistavam. "Sei que vocês estão trabalhando e agradeço a paciência", disse. Depois, ele falou sobre a importância de sua família - seus irmãos e sua avó de 89 anos viajaram da África do Sul para vê-lo correr, e lembrou de sua mãe, que morreu quando ele tinha 15 anos. "Foi minha família que me fez persistir", completou.

"Eu estava muito nervoso hoje de manhã. Eu não sabia se chorava ou se ria, foi uma mistura de emoções. A experiência mais emocionante. O público foi incrível, eu vi a bandeira da África do Sul", disse.

Pistorius, que tem quatro medalhas de ouro em Paralimpíadas, ainda competirá no revezamento 4x400 m, que começa na próxima quinta-feira. As semifinais dos 400 m rasos, que contarão com a presença de 24 atletas, serão realizadas neste domingo, às 16h40 (de Brasília). Já a final da competição ocorre na segunda-feira, às 17h30.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos,vídeos,fotos, e participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Sul-africano agradeceu a companheiros e familiares pelos incentivos antes da prova
Sul-africano agradeceu a companheiros e familiares pelos incentivos antes da prova
Foto: Bruno Santos / Terra
Fonte: Terra
publicidade