1 evento ao vivo

"Irlandês secreto", Bolt diz que gostaria de ser Van Nistelrooy

4 ago 2012
03h55
atualizado às 04h15

O jamaicano Usain Bolt está prestes a estrear nos Jogos Olímpicos de Londres. Neste sábado, serão disputadas as eliminatórias dos 100 m rasos e, no domingo, as semifinais e a grande final da principal prova do velocista, dono do recorde mundial com o tempo de 9s58 e do recorde olímpico, com 9s69. Em entrevista ao jornal inglês Daily Mail, sempre irreverente, ele diz que não saberia ser outra coisa senão um atleta e afirma que viveu o melhor momento da sua carreira em Pequim 2008.

» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

Bolt, que se mostrou fã de reggae e do rapper americano Jay-Z, conta que ser um atleta é tudo o que ele sabe fazer. E se não fosse corredor, seria jogador de críquete ou de futebol do Manchester United ou do Real Madrid, seus times favoritos. Por esse motivo, ele diz que gostaria de ter a carreira do ex-atacante Ruud van Nistelrooy, que jogou pelas duas equipes e foi artilheiro por onde passou.

O recorde olímpico e a época mundial que estabeleceu em Pequim 2008 foi o melhor momento da carreira do jamaicano, que pretende repetir a dose em Londres. Na ocasião, Bolt conquistou medalhas de ouro nas três provas das quais participou: 100 m, 200 m e no revezamento 4x100 m. Na opinião dele, os piores momentos foram todos em que ele não conseguiu vencer.

Perguntado sobre um "segredo", o velocista admite que se considera um "irlandês". Ele explica que, na Jamaica, rum é uma bebida popular, mas que, quando não está treinando e pode beber, ele prefere uma boa dose da cerveja Guinness, fabricada na Irlanda.

Sobre a preparação, Bolt declarou que os atletas agem de modo diferente. Enquanto uns preferem se concentrar calados, outros, como ele, preferem conversar. Mesmo que seja com o principal rival na luta pela medalha de ouro, Yohan Blake. O assunto, no entanto, passa longe das pistas. O recordista dos 100 m esclarece que prefere falar sobre "carros, mulheres e música", e só quer se lembrar da corrida quando ouve o tiro da largada.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos,vídeos,fotos, e participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Jamaicano contou sobre sua admiração pelo ex-centroavante holandês, que atuou pelos clubes que mais gosta
Jamaicano contou sobre sua admiração pelo ex-centroavante holandês, que atuou pelos clubes que mais gosta
Foto: Bruno Santos / Terra
Fonte: Terra
publicidade