0

Técnico britânico quer que todos atletas naturalizados saibam o hino

6 jun 2012
09h48
atualizado às 09h53

Charles van Commenee, técnico da equipe britânica de atletismo, fechou o cerco para os atletas naturalizados que vão disputar os Jogos Olímpicos de Londres pelo Reino Unido, os chamados "britânicos de plástico". Os jornais locais veicularam nesta quarta-feira a notícia de que o treinador vai garantir que todos os atletas nascidos no exterior saibam cantar o hino nacional, para evitar qualquer controvérsia.

» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Saiba todos os detalhes dos atletas brasileiros que estarão em Londres

Ao The Sun, Van Commenee explicou que "não vai ensaiar com todo mundo", porque são quase 100 atletas, mas que "as pessoas que importam", os que têm possibilidade de medalha, "vão saber".

Segundo o Telegraph, a expressão "britânico de plástico" surgiu em março, quando Van Commenee teve que se explicar pela decisão de tornar Tiffany Porter, nascida nos Estados Unidos, capitã da equipe britânica no Mundial Indoor de Istambul. Porter, cuja mãe nasceu em Londres, havia se naturalizado dois anos antes, após ter dificuldades para entrar para o time norte-americano. Com a sua rejeição pública veio o apelido a todos naturalizados.

O treinador disse que "eles sabem ou saberão o hino", e que isto é "importante, porque se eles não souberem alguém vai criar caso". Ele afirmou ainda que "sabe que em ano olímpico todo o tipo de lixo vem à tona", mas que "isso não se compara ao que passou na preparação para Pequim".

Entre os "britânicos de plástico" de maior destaque que vão competir em Londres, estão Yamile Aldama, nascida cubana, Mo Farah, da Somália, e a própria Tiffany Porter.

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Yamile Aldama nasceu em Cuba, mas agora defende o Reino Unido nos Jogos de Londres
Yamile Aldama nasceu em Cuba, mas agora defende o Reino Unido nos Jogos de Londres
Foto: Reuters
Fonte: Terra
publicidade