2 eventos ao vivo

Vento impede validação de índice de Ana Cláudia Lemos

27 abr 2013
18h40

A velocista brasileira Ana Cláudia Lemos Silva fez sua parte na busca pelo índice dos 100m rasos para o Mundial de Moscou, neste sábado em Campinas, mas não garantiu a vaga. Ela venceu a prova na primeira etapa do Circuito Nelson Prudêncio com o tempo de 11s06, mas o vento a favor acima do permitido impediu a validação da marca.

O índice A estabelecido pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) para os 100m rasos feminino para o Mundial de Moscou é de 11s17.

"Foi uma pena, mas esse índice vai sair. É só a minha terceira competição na temporada e tenho muitas ainda pela frente", disse Ana Cláudia, que no próximo fim de semana disputa o Torneio FPA, também em Campinas.

Outra atleta que ficou perto de se classificar para o Mundial foi Keila Costa, que conquistou a prova do salto triplo no Nelson Prudêncio. Ela garantiu o título com 14,19m, apenas 1cm abaixo do índice de 14,20m.

"Vinha numa boa sequência de saltos. Fiz 14,09 m, 14,17 m, 14,19 m... Se fosse uma competição normal, com seis saltos, acho que teria conseguido. Mas foi minha primeira competição no salto triplo. Estou no caminho certo, tranquila", prosseguiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade