0

Retrospectiva

Barrichello quebra estigma de vice e é campeão da Stock Car

Vagner Rosário / Futura Press
30 nov 2014
11h28
atualizado em 5/12/2014 às 11h51
  • separator
  • comentários

Rubens Barrichello é o campeão da temporada 2014 da Stock Car. Neste domingo, em Curitiba, o veterano piloto terminou a 21ª etapa do ano na terceira colocação e mesmo com a vitória de Daniel Serra assegurou a conquista.  Durante o ano, Rubinho precisou vencer apenas duas provas, em Goiânia (a Corrida do Milhão) e Cascavel, para chegar a 234 pontos.

O início da prova foi atribulado, com pilotos perdendo capô e escapando da pista por conta de óleo na pista. Isto afetou até mesmo Rubinho, que deixou o traçado, mas conseguiu retornar sem problemas. Depois de seguir para os boxes, Barrichello frequentou o quarto lugar, que ainda lhe garantia o título.

Na frente, Átila Abreu e Daniel Serra disputavam a ponta, enquanto Rubinho mantinha-se em terceiro fazendo uma corrida estratégica e de poucos ricos. Isto foi suficiente para que fosse campeão naquela que foi a primeira temporada da Stock Car que competiu por completo.

<p>Barrichello precisou apenas da terceira colocação para garantir o título</p>
Barrichello precisou apenas da terceira colocação para garantir o título
Foto: Vagner Rosário / Futura Press

"Campeão é campeão. Tenho que agradecer a equipe Medley, que me deu um carro sensacional para lutar pelos pontos hoje. Foi um susto no começo com aquelas 'cascas de banana'. É um orgulho correr com esses caras, eu só tenho que agradecer. Estou lisonjeado. Ter minha família do meu lado, não posso descrever o sentimento", afirmou o piloto à Rede Globo.

Aos 42 anos, Barrichello conquista seu primeiro título desde a Fórmula 3 britânica, em 1991. Na categoria Fórmula 1, Rubinho construiu carreira sólida, mas ficou marcado como "segundo piloto" – sempre à sombra de Michael Schumacher em seis temporadas na Ferrari, quando conquistou seus dois vices mundiais, e ofuscado por Jenson Button em 2009, na Brawn GP, quando o brasileiro ficou em terceiro e o britânico terminou com o título.

Depois da Fórmula 1, seguiu para a Fórmula Indy em 2012. Estreante em uma categoria competitiva e bem diferente da F1, somou 289 pontos e terminou em 12º lugar, deixando a KV Racing no fim do ano pelo mesmo motivo que o tirou da Williams anteriormente: falta de patrocínio. A estreia na Stock Car aconteceu ainda nos últimos meses de 2012, e em sua primeira temporada completa, 2013, Barrichello somou 120 pontos, terminando em um oitavo lugar modesto para seu currículo.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade