publicidade
16 de maio de 2011 • 12h36

Carros novos deixam temporada da Itaipava GT mais disputada

Dupla Matheus Stumpf e Valdeno Brito lidera Itaipava GT mesmo sem vitórias
Foto: Ivan Pacheco / Terra
 

O início de temporada da Itaipava GT Brasil está bem equilibrado. Após quatro corridas em duas etapas, a diferença de pontos entre os primeiros colocados da GTBR3 ainda é muito pequena. A regularidade ainda está valendo mais que terminar no ponto mais alto do pódio.

Mesmo sem nenhuma vitória, os líderes do campeonato são os pilotos da equipe AH Competições, Valdeno Brito e Matheus Stumpf, com 47 pontos. Contudo, a diferença entre a dupla que está em primeiro lugar e o quinto colocado é de apenas 10 pontos. Uma vitória na categoria garante 20 pontos.

Uma das justificativas para esse início equilibrado é a chegada de novos carros à Itaipava GT Brasil. Até o momento já são três carros novos na temporada 2011: Corvette Z06R, Lamborghini Gallardo LP600 e Ferrari F458. Das quatro provas esse ano, duas foram vencidas pelo Corvette de Pedro Queirolo e uma pela Lamborghini de Marcelo Hahn e Alan khodair.

"Na verdade, o Itaipava GT Brasil está cada vez mais competitivo e com a chegada destes novos carros estamos precisando trabalhar mais e mais para poder vencer. Eu acredito que não temos o carro mais rápido, mas mesmo assim vamos procurando cada oportunidade para somar pontos", afirma o líder da competição Valdeno Brito.

As provas de Curitiba trazem boas lembranças a Valdeno e seu parceiro, já que foi na prova do Paraná que a dupla venceu antecipadamente o título da Itaipava GT3 em 2010. Mas se depender da chegada de carros novos, a competição deve ficar ainda mais acirrada, já que mais duas equipes mudam de automóvel para a etapa de Curitiba nos dias 21 e 22 de maio.

Terra