1 evento ao vivo

Helinho brinca com abraço, mas lembra punição em Edmonton

8 set 2010
13h32

Hélio Castroneves escolheu uma maneira inusitada para comemorar sua vitória no GP do Kentucky de Fórmula Indy neste sábado. Após garantir o primeiro lugar no oval, o brasileiro da Penske abraçou um dos comissários de segurança na pista - segundo ele, o mesmo a quem havia agarrado pelo colarinho no GP de Edmonton, no final de julho.

Em entrevista ao Terra TV, Castroneves brincou e disse que pensou em não abraçar o comissário da pista. "A gente se abraçou, e muita gente até brincou, disse que eu deveria ter segurado o colarinho dele como fiz algumas corridas atrás. Eu disse que não poderia fazer nada, estava em advertência", riu o brasileiro.

Na ocasião, o piloto da Penske venceu na pista a prova de Edmonton, mas foi punido por uma defesa de posição considerada ilegal. Como o drive-through que recebeu foi comunicado nas últimas voltas, ele não teve tempo de passar pelos boxes. Assim, o tempo foi acrescido após a bandeira quadriculada, tirando do paulista o primeiro lugar.

E mesmo com a brincadeira do final de semana, Helinho disse ainda guardar mágoas da decisão na 11ª etapa da temporada. "Até hoje a gente comenta, o pessoal brinca... Esquecer, a gente não esquece. A gente vira a página, mas sabe muito bem o que aconteceu e até as vezes pergunta por que aconteceu. Mas não adianta", explicou.

Atualmente no quarto lugar da temporada com 448 pontos, Hélio Castroneves está a mais de cem de seu companheiro Will Power, que lidera com 552. Porém, segundo ele, o resultado poderia ser diferente se a vitória não tivesse sido tirada dele em Edmonton, onde ficou apenas com o décimo lugar com a punição.

"Eles me tiraram 30 pontos no campeonato, adicionaram 10 pontos ao (Scott) Dixon, por ter pulado de segundo (20 pontos) para primeiro (vitória)", lamentou o brasileiro. "Faz parte. Fico chateado, mas não posso ficar pensando sempre nisso", completou.

Brasileiro da Penske afirma que tenta não pensar em vitória tirada em Edmonton
Brasileiro da Penske afirma que tenta não pensar em vitória tirada em Edmonton
Foto: AP
Fonte: Redação Terra
publicidade