Saiba algumas curiosidades sobre Senna

01 de maio de 2009 • 00h01 • atualizado às 02h21
Senna acostumava a dar duas voltas desde que saía do pit lane até se alinhar no grid de largada Foto: Getty Images
Senna acostumava a dar duas voltas desde que saía do pit lane até se alinhar no grid de largada
30 de abril de 2009
Foto: Getty Images

Ayrton Senna conquistou três títulos mundiais da Fórmula 1 e se fixou como um dos melhores pilotos que o Brasil já teve. Para chegar a tanto, ele tinha algumas crenças e "manias", como se pode conferir em seguida:

Ayrton Senna dizia que falava com Deus quando fazia a curva Eau Rouge, no circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Em todos os GPs, Senna acostumava a dar duas voltas desde que saía do pit lane até se alinhar no grid de largada. No GP de San Marino de 1994, minutos antes de seu fatal acidente, ele deu três voltas.

Senna era um piloto muito agressivo na pista e bastante tímido fora dela. Ele também era muito religioso, tanto que, antes de cada GP, ele tinha como costume ler alguma passagem da bíblia.

Senna foi superado por Michael Schumacher em todos os recordes (exceto o de seis vitórias no GP de Mônaco, cinco delas consecutivas, e na porcentagem de poles em que Senna alcançou uma incrível média de 40,1%, contra 28% do alemão).

Senna teve um romance com a apresentadora de programas infantis Xuxa. Ela inclusive ficou inconsolável no velório do brasileiro, apesar da relação entre ambos ter acabado há muitos anos.

No início de carreira, o piloto se chamava "Ayrton da Silva", usando o sobrenome de seu pai. Posteriormente, ele mudou o sobrenome paterno pelo materno e passou a se chamar "Ayrton Senna".

Surpreendendo a muitos, Senna um dia foi questionado sobre qual era o melhor piloto que tinha enfrentado na carreira e respondeu: Terry Fullerton. Todos pensavam que ele iria citar o nome de Prost, Mansell ou outro piloto da F1. Alguns jornalistas nem conheciam Fullerton, um piloto que Senna enfrentou quando corria de kart.

Em uma entrevista para a revista italiana Autosprint, Ayrton Senna afirmou que o companheiro de equipe mais competitivo que teve foi Johnny Cecotto.

Em 1989, Senna largou na primeira fila em todas as corridas da temporada.

Ayrton Senna é um dos poucos pilotos (Jim Clark, Juan Manuel Fangio, Nigel Mansell, Damon Hill, Michael Schumacher, Niki Lauda, e Alain Prost) de Fórmula 1 que tem um fã clube fora de seu país: França, Estados Unidos, Alemanha, Espanha e Japão "adotaram" o piloto como ídolo.

Tina Turner já dedicou uma música a Ayrton Senna. Em 1993, ela cantou You're simply the best (Você é simplesmente o melhor) ao lado do piloto.

O ex-piloto Satoru Nakajima ficou tão comovido com o acidente de Senna que, em sua homenagem, criou o jogo F1 Hero 94's. Nele, Senna aparecia como melhor piloto e com dois carros diferentes: McLaren e Williams.

No momento de choque durante o acidente que tirou a vida de Senna, os comissários de prova do circuito de Ímola descobriram uma bandeira da Áustria no interior do carro destruído do piloto brasileiro. Era uma homenagem a Roland Ratzenberger, que morreu um dia antes, nos treinos para o GP de San Marino.

O grupo de punk rock americano Ramones fez um show de homenagem a Ayrton Senna em São Paulo, no dia 10 de maio de 1994.

No jogo de vdeogame Project Gotham Racing 4 (PGR4), é possível guiar uma moto criada em homenagem a Senna, a MV Agusta F4 Senna.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »