Escândalo da Renault não interfere no GP de Cingapura

19 de setembro de 2009 • 11h49 • atualizado às 12h00

Os organizadores do GP de Cingapura de Fórmula 1, programado para o dia 27 de setembro, disseram que estão mais preocupados com a neblina que cobre a região do que com o escândalo da equipe Renault na corrida do ano passado.

A Federação Internacional de Automobilismo(FIA) marcou uma reunião para a próxima segunda-feira, para apurar o que aconteceu e punir os culpados.

O ministro de Cingapura, S.Iswaran, disse à imprensa local que o escândalo da equipe Renault não tem envolvimento nenhum com o circuito e que a solução do problema cabe as equipes e a FIA.

"Pelo que entendi, a questão é uma tática particular de uma equipe e não o local da prova. Então, acho que não terá nenhum impacto. É um problema da FIA e das equipes. Essa decisão será da FIA. Então, vamos deixar isso em boas mãos", disse Iswaran.

O ministro ainda falou que todo trabalho está sendo feito para garantir um bom espetáculo para os visitantes

"Somos um anfitrião para a corrida, nosso trabalho é ter certeza de que nós colocamos um bom espectáculo para que os visitantes venham aqui se divertir e ter uma experiência memorável", disse o ministro de Cingapura, S.Iswaran.

Lancepress!
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »