Vettel faz a pole no Japão; Barrichello e Button são punidos

03 de outubro de 2009 • 03h33 • atualizado às 09h26
Jovem piloto alemão conquista quinta pole da carreira e volta a sonhar com título da Fórmula 1 Foto: Reuters
Jovem piloto alemão conquista quinta pole da carreira e volta a sonhar com título da Fórmula 1
03 de outubro de 2009
Foto: Reuters

Na disputa pelo título do mundial da Fórmula 1, o brasileiro Rubens Barrichello conseguiu sua missão de largar na frente do rival e companheiro de Brawn GP, Jenson Button, no Grande Prêmio do Japão. Na manhã deste sábado, dia em que o alemão Sebastian Vettel liderou todas as etapas classificatórias e conquistou a pole position, o brasileiro ficou duas posições à frente do líder do campeonato e sairá da nono posição neste domingo, na antepenúltima prova da temporada.

Mas a situação poderia ter sido melhor se não fosse pela punição que o brasileiro e mais quatro pilotos, inclusive Button, sofreram depois do treino classificatório. Eles não diminuíram a velocidade durante o período da bandeira amarela no último minuto da segunda etapa do treino e acabaram punidos.

O piloto brasileiro seria o quinto no grid. O prejuízo só não foi maior porque Button também sofreu a mesma punição e caiu do sétimo para o 11º lugar. Além dos pilotos da Brawn, os outros penalizados foram o espanhol Fernando Alonso, da Renault, Adrian Sutil, da Force India, e Sebastien Buemi, da Toro Rosso. Já Kovalainen precisou trocar a caixa de câmbio e acabou ajudando Barrichello, já que o finlandês estava atrás do brasileiro no grid e também perdeu uma posição.

Buemi, que causou o acidente que gerou a bandeira amarela na pista, sofreu punição pelo ocorrido. Timo Glock, que deu um susto por conta de um forte acidente, teve de trocar o chassi e larga na penúltima posição.

Os dois maiores beneficiados com esta série de mudanças são o alemão Nico Rosberg e o polonês Robert Kubica. Dono da 11ª posição na pista, o piloto da Williams sairá em sexto lugar, enquanto o representante da BMW Sauber pulou da 13ª para a sétima colocação.

Ainda com chances remotas de título, a principal ameaça à Brawn GP, Sebastian Vettel, foi absoluto no último treino na pista asiática. Líder nas três etapas classificatórias, o jovem piloto da Red Bull conquistou a quinta pole de sua carreira, em 40 corridas disputadas, além de quebrar uma hegemonia recente de Lewis Hamilton, já que o inglês tinha largado na frente nas duas últimas etapas do Mundial (Cingapura e Itália).

Ao lado de Vettel na primeira fila estará o italiano Jarno Trulli, da Toyota, que já havia sido o mais rápido na terceira sessão de treinos livres, atividade que abriu os trabalhos deste sábado em Suzuka. Enquanto o alemão registrou o tempo de 1min32s160 em sua volta mais rápida, o segundo colocado andou em 1min32s220, à frente de Hamilton e do alemão Adrian Sutil (Force India), quatro e cinco colocados, respectivamente.

No entanto, a briga pelo título fica mais atrás no grid do Japão. Com 15 pontos de diferença na classificação, Barrichello começou bem a sua missão de evitar a conquista de Button em Suzuka e levar a disputa para as duas últimas etapas (Brasil e Emirados Árabes). Já com os cronômetros zerados, o piloto corintiano cravou 1min32s660, exatos 0s302 mais rápido que o inglês.

Na primeira etapa do treino, Vettel deu sequência à boa fase e foi o mais rápido, seguido por Hamilton. Já na parte de baixo da tabela dos tempos, Giancarlo Fisichella, Kazuki Nakajima, Romain Grosjean e Vitantonio Liuzzi ficaram nas últimas colocações e foram eliminados da disputa no Q1, assim como ocorreu com Mark Webber, que com problemas em sua Red Bull na terceira sessão, nem participou da classificatória e vai largar dos boxes.

Já na etapa seguinte, no momento em que o finlandês Kimi Raikkonen liderava, restando pouco mais de 11 minutos para o fim do período, o jovem espanhol Jaime Alguersuari, da Toro Rosso, sofreu um acidente junto aos pneus e paralisou os treinos de forma temporária.

Com os trabalhos retomados e a entrada da dupla da Brawn GP na pista somente nas últimas voltas, Vettel voltou a andar baixo e liderou também a segunda classificatória.

Confira o grid de largada do GP do Japão:

1 - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - 1min32s160
2 - Jarno Trulli (ITA/Toyota) - 1min32s220
3 - Lewis Hamilton (ING/McLaren) - 1min32s395
4 - Nick Heidfeld (ALE/BMW) - 1min32s945
5 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - 1min32s980
6 - Nico Rosberg (ALE/Williams) - 1min31s482
7 - Robert Kubica (POL/BMW) - 1min32s341
8 - Adrian Sutil (ALE/Force India) - 1min32s466 *
9 - Rubens Barrichello (BRA/Brawn) - 1min32s660*
10 - Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) - sem tempo
11 - Jenson Button (ING/Brawn) - 1min32s962*
12 - Giancarlo Fisichella (ITA/Ferrari) - 1min31s704
13 - Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) - sem tempo **
14 - Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso) - sem tempo***
15 - Kazuki Nakajima (JAP/Williams) - 1min31s718
16 - Romain Grosjean (FRA/Renault) - 1min32s073
17 - Fernando Alonso (ESP/Renault) - 1min31s638*
18 - Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India) - 1min32s087 **
19 - Timo Glock (ALE/Toyota) - sem tempo****
20 - Mark Webber (AUS/Red Bull) - sem tempo

* Punidos com a perda de cinco posições por não terem reduzido velocidade durante bandeira amarela no Q2
** Punidos com a perda de cinco posições por terem trocado o câmbio
*** Punido por ter voltado aos boxes com o carro avariado
**** Optou por largar dos boxes

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »