0

Bernie diz que pilotos precisam "usar o cérebro" com pneus de 2013

22 mai 2013
09h52
atualizado às 14h25
  • separator
  • 0
  • comentários

O britânico Bernie Ecclestone defendeu a Pirelli na polêmica sobre a durabilidade dos pneus da Fórmula 1 na atual temporada. O chefão da categoria afirmou que os compostos de alta degradação da fornecedora italiana obrigam os pilotos a pensarem durante as provas para não errar a estratégia.

<p>Dirigente pediu por pneus que se desgastassem mais para acrescentar característica estratégica às corridas da temporada 2013</p>
Dirigente pediu por pneus que se desgastassem mais para acrescentar característica estratégica às corridas da temporada 2013
Foto: EFE

Em entrevista ao site oficial da categoria, ao lado do tricampeão Niki Lauda, o britânico afirmou ter gostado das inovações trazidas às corridas.

"Quando Niki corria, sua maior preocupação era cuidar do câmbio e dos freios, não dos pneus. Aí nos afastamos disso e os pilotos não precisavam pensar. Agora eles precisam usar o cérebro e começar a pensar em como ganhar corridas", disse Ecclestone.

Após receber muitas críticas nas primeiras corridas do Mundial, a Pirelli anunciou mudanças em seus compostos a partir do Grande Prêmio do Canadá, no próximo mês. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA), no entanto, permitiu apenas alterações realizadas por motivos de segurança.

"Eu pedi para a Pirelli fazer pneus que não completassem 50% da corrida, garantindo que teríamos pit stops. E foi isso que eles fizeram", disse Ecclestone. "A coisa mais fácil para eles seria fazer pneus que você coloca na primeira corrida da temporada e só tira na última. Seria fácil, fácil".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade