0

Chefe da Red Bull defende decisão e descarta favorecimento

10 jul 2010
14h58

Após o treino classificatório para o GP da Inglaterra, o piloto Mark Webber, da Red Bull, insinuou que o time tivesse favorecido Sebastian Vettel ao lhe dar a asa dianteira que estava no carro do australiano, já que o alemão quebrou a dele no terceiro treino livre, na manhã de sábado. Sem perder tempo, o chefe da equipe, Christian Horner, defendeu a decisão.

"Infelizmente, ficamos com apenas uma específica asa dianteira, que era um pouco diferente da outra. Os dois pilotos testaram-na nos treinos livres e um deles se adaptou melhor. Às vezes, tenho que tomar uma decisão difícil e, baseado nas informações que tive e na classificação do campeonato, a asa foi dada a Sebastian", explicou o dirigente.

Vettel é o terceiro colocado do Mundial, com 115 pontos, apenas 12 à frente do companheiro Webber, o quarto.

Horner confirmou que a postura em relação aos pilotos não mudará. "Continuaremos a apoiar os dois na melhor e mais justa forma possível, mas em algumas ocasiões, terei que tomar uma decisão difícil", afirmou. "Nosso trabalho é fazer o melhor possível como equipe. É a primeira vez que estivemos nesta situação, de ter apenas uma peça".

Ele acredita que a briga pelo título influenciou as declarações de Webber. "Obviamente, quando você tem dois pilotos correndo na frente, há mais emoção, mas se retirá-la e olhar para os fatos, verá que foi a coisa mais lógica a ser feita", ressaltou.

Sobre o fato de o australiano ter se sentido prejudicado, Horner foi duro. "Não acho que ele tenha sido. Se eu tivesse deixado a asa com ele, seria a mesma situação ao contrário. Mark sabe a forma que operamos como equipe, e que com nessa decisão não houve malicia. Puramente, nós estávamos em uma situação com apenas uma peça e, do ponto de vista do time, tive que tomar uma decisão difícil", concluiu.

A Red Bull é a segunda colocada no Mundial de Construtores com 218 pontos. O GP da Inglaterra será realizado no domingo, às 9h (de Brasília).

Webber reclamou de favorecimento a Vettel
Webber reclamou de favorecimento a Vettel
Foto: AFP
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade