1 evento ao vivo

Di Grassi confirma acerto com equipe da Fórmula 1

11 dez 2009
13h05
atualizado em 12/12/2009 às 00h07

Pela primeira vez desde 2001, o Brasil começará uma temporada da Fórmula 1 com quatro representantes no grid. Nesta sexta-feira, Lucas di Grassi confirmou ter assinado contrato para defender uma das equipes novatas do campeonato, no caso a Manor. Mais detalhes sobre a negociação serão dados na próxima terça, quando o time deve ser rebatizado com o nome Virgin, da empresa de Richard Branson, ex-patrocinador da Brawn GP.

Em entrevista concedida à Rede Globo, Di Grassi só não quis confirmar que sua escuderia será mesmo a Manor, mas acabou dando muitos indícios de que isso vai mesmo acontecer. "A equipe que escolhi é a melhor que poderia ser", garantiu ele.

No total, quatro escuderias estrearão na Fórmula 1 em 2009: além dos britânicos, USF1, Campos e Lotus. O brasileiro admite ter conversado com todas elas e ter arquitetado um acordo com uma. Nesse contexto, chegou a confidenciar: "tenho quase certeza de que a Manor será a melhor das estreantes. No geral conversei com todas as novatas. Dessas quatro ela tem a melhor estrutura".

Aos 25 anos de idade, Di Grassi alcança a Fórmula 1 após três temporadas de muito trabalho na GP2. Nesse período, ele sempre conseguiu figurar entre os três primeiros colocados da categoria, porém não havia ainda garantido o acesso à elite do automobilismo.

Por causa dessa experiência e porque desde 2008 foi piloto oficial de testes da Renault, o paulista garantiu estar "bem preparado" para sua primeira temporada no Campeonato Mundial. Garantindo que sua misteriosa escuderia "será um sucesso", ele vibrou muito com o cumprimento de um sonho. "A Fórmula 1 é muito difícil. São 5, 10 mil garotos que tentam ir para lá desde o início no kart. É uma pirâmide muito grande para escalar", resumiu.

Lucas Di Grassi é mais um brasileiro na F1 em 2010
Lucas Di Grassi é mais um brasileiro na F1 em 2010
Foto: GP2 Media / Divulgação
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade