1 evento ao vivo

Felipe Massa volta a conquistar pole position depois de cinco anos

21 jun 2014
13h17
atualizado às 13h18

O brasileiro Felipe Massa (Williams) voltou a conquistar uma pole position depois de cinco anos, ao conseguir o melhor tempo nos treinos do Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1, que será disputado no domingo no circuito de Spielberg.

Massa largará na frente do seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, e do alemão Nico Rosberg (Mercedes), na oitava etapa da competição. Será uma corrida diferente das anteriores, nas quais as Mercedes de Rosberg e do inglês Lewis Hamilton ficaram na primeira fila.

O espanhol Fernando Alonso (Ferrari) registrou o quarto melhor tempo, enquanto o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) - ganhador do GP do Canadá, há duas semanas - será o quinto.

Massa, que por muito tempo foi ofuscado por Michael Schumacher na Ferrari, conquistou neste sábado a 16ª pole position de sua carreira, com o tempo de 1 minuto, 8 segundos e 759 milésimos, no circuito renovado pela Red Bull Racing, nova dona do autódromo.

A última vez que a Williams, um das quatro escuderias mais antigas, conseguiu a primeira posição foi no GP da Espanha de 2012, com o venezuelano Pastor Maldonado, que, no dia seguinte, alcançou a primeira e única vitória na Fórmula 1.

Para Massa também é sua primeira pole desde do GP do Brasil de 2008, quando perdeu o título mundial para Hamilton na última curva. Desde então, foram 93 corridas classificatórias sem conseguir a primeira posição no grid.

Com 33 anos, o brasileiro era um dos quatro corredores que já havia corrido na pista austríaca, que voltou ao calendário da competição depois de 11 anos de ausência.

Alonso, o britânico Jenson Button e o finlandês Kimi Raïkkönen completam o quarteto.

"Estou realmente feliz pelo o que aconteceu hoje. Fazia muito tempo que eu não conquistava a pole position", comemorou Massa.

"É a minha melhor posição de largada desde o início da minha carreira. É um bom resultado. Mas hoje é sábado, e a corrida é amanhã, por isso temos que seguir concentrados", ressaltou Bottas, seu colega de equipe, que deixou o primeiro lugar escapar por um décimo de segundo.

A decepção ficou com a Mercedes, depois de seus corredores terem conquistado a primeira posição nas setes provas desta temporada.

Líder do Mundial, Rosberg registrou o segundo melhor tempo, e vai sair na segunda linha, ao lado de Alonso.

"Foi um grande resultado dos dois da frente, mas acho que posso ser mais rápido. A pista é propícia para ultrapassagens", alertou.

Seu companheiro de escuderia, Hamilton, já conquistou quatro poles na temporada, e pela primeira vez não será um dos dois primeiros. Por ter cometido uma infração no treino, largará na quinta fila, na nona posição.

Mais decepcionados ficaram os pilotos da Red Bull em "seu" GP. Ricciardo sairá na terceira linha, enquanto o alemão Sebastian Vettel, tetracampeão mundial, largará em 12º.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade