0

FIA rejeita protestos e reafirma legalidade da Mercedes

22 mar 2012
12h48

Para a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) as reclamações das escuderias Red Bull e Lotus sobre o duto frontal do carro W03, da Mercedes, não precedem. A entidade máxima do automobilismo manteve a decisão e reafirmou a legalidade do sistema. As informações são da publicação britânica Autosport.

» Conheça todos os carros apresentados para a temporada

O que motivou as reclamações foi a desconfiança de que o sistema é ativado pela asa móvel com o envolvimento do piloto, o que não é permitido pelo regulamento da Fórmula 1.

Entretanto, a FIA reforçou sua confiança na legalidade do duto frontal, visto se tratar de um recurso passivo, segundo a entidade. O sistema já havia sido defendido por Charlie Whiting, delegado técnico e diretor de corridas, durante a realização do GP da Austrália, no último final de semana.

"É completamente passivo. Não há partes móveis. Não interage com a suspensão. Nenhuma direção, nada. Portanto, não posso ver uma regra que proíba isso", afirmou o dirigente. Com a aprovação do mecanismo, outras equipes podem copiá-lo caso se sintam em desvantagem.

Após rodar em um treino livre, Schumacher tentou esconder os "segredos" do novo carro da Mercedes
Após rodar em um treino livre, Schumacher tentou esconder os "segredos" do novo carro da Mercedes
Foto: Getty Images
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade