0

Hamilton critica Massa, reclama de punições e insinua ser alvo de racismo

29 mai 2011
13h52
atualizado às 16h48

O inglês Lewis Hamilton se irritou por ter recebido uma punição por um choque com Felipe Massa neste domingo, no Grande Prêmio de Mônaco. Depois de terminar no sexto lugar da corrida, o piloto da McLaren reclamou do brasileiro, dos organizadores da Fórmula 1 e se disse alvo de racismo na categoria.

"De seis corridas na temporada, fui punido cinco vezes. É uma piada, uma piada ridícula", disparou Hamilton em entrevista à BBC, que não mediu palavras quando questionado sobre o motivo de os fiscais de prova prestarem tanta atenção em suas manobras.

"Talvez seja porque eu sou negro. Isso é o que o Ali G diz. Sei lá", disse o piloto, citando o personagem interpretado pelo comediante britânico Sacha Baron Cohen - o mesmo que criou o escrachado jornalista cazaque no filme Borat.

Hamilton não admitiu ter recebido a punição durante a batida com Massa - instantes antes de o brasileiro perder o controle no túnel, bater e abandonar a corrida. O inglês da McLaren foi obrigado a passar pelos boxes como punição pelo choque que, segundo o piloto da Ferrari, havia danificado seu carro e sido crucial para o ocorrido.

"Eu estava muito mais rápido que o Massa. Fui por dentro e ele jogou o carro para cima de mim quando fez a curva", justificou Hamilton. "Mas é claro que eu fui o punido, como de costume. Ele já havia me prejudicado no treino classificatório e eu também fui penalizado. Agora, ele foi para cima de mim e também fui prejudicado", apontou.

O inglês, embora tenha terminado em sexto lugar neste domingo, foi um dos protagonistas em Mônaco, ao se envolver em muitos acidentes. Além do choque com Massa, Hamilton tocou no venezuelano Pastor Maldonado nas voltas finais, e o lance está sob investigação.

"É ridículo. Esses pilotos são incrivelmente ridículos", desabafou. "Eu fiz a curva por dentro e, como dá para ver no vídeo, ele girou o volante para impedir a minha ultrapassagem e encostou no meu carro", acrescentou.

Contudo, Hamilton disse que os acontecimentos recentes não o atrapalham na carreira. "Nada disso afeta minha auto-estima. As pessoas querem ver meu estilo de corrida, com ultrapassagens. Se eu realmente sentir que exagerei e atrapalhei alguém, vou perceber que serei o culpado. O que não foi o caso hoje (domingo)", finalizou.

Hamilton foi novamente punido por causar acidentes e desabafou
Hamilton foi novamente punido por causar acidentes e desabafou
Foto: AP
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade