1 evento ao vivo

Hamilton não nega, mas fica nervoso com comentários de Ecclestone

25 mar 2013
10h53

As polêmicas declarações do dirigente máximo da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, não foram bem vistas pelo britânico Lewis Hamilton. O empresário afirmou que o piloto da Mercedes o havia procurado na metade da última temporada por uma vaga na Red Bull, antes de assinar com a equipe de Brackley.

Hamilton não negou as afirmativas do dirigente, mas fez questão de mostrar seu desgosto pelas declarações e ressaltar que fez a escolha correta. "Ele parece só fazer esses comentários sobre mim por alguma razão. Isso me deixa um pouco nervoso porque nós temos uma boa relação e sou muito franco com ele sobre uma série de coisas", comentou Hamilton.

O britânico não entrou em detalhes com relação à consulta a Red Bull, mas revelou ter estuda outras possibilidades além da Mercedes, que no final das contas, considerou a melhor opção para o seu futuro na maior categoria do automobilismo.

"Acho que ele disse algo sobre eu ter falado com a Red Bull? Disse à minha equipe de gestão para falar com todas as equipes e me dar quais eram as melhores opções. Não houve segredo. No fim das contas, estou aqui, e essa é a melhor decisão que já tomei", ressaltou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade