Fórmula 1

publicidade
11 de março de 2010 • 11h34 • atualizado às 15h54

Mãe de B. Senna lembra Ayrton e chora ao ver filho de macacão

Sobrinho de Ayrton Senna, na foto com o macacão da Hispania, estreia na Fórmula 1 neste domingo
Foto: AFP
Henrique Moretti
Direto de São Paulo

A empresária Viviane Senna não conseguiu segurar as lágrimas ao ver o filho, Bruno, vestido pela primeira vez com o macacão da Hispania, equipe pela qual fará sua estreia na Fórmula 1 no próximo domingo.

"Não estou nem acreditando", disse ela, emocionada, ao observar o filho por meio de uma webcam direto dos boxes do circuito do Bahrein. "Nem sabia como era esse macacão, mas caiu bem. É a primeira vez que o vejo, assim como vocês (jornalistas)".

Bruno Senna interagiu com a mãe nesta quinta-feira pela manhã, em evento no qual foi anunciado o seu novo patrocinador, o Banco Cruzeiro do Sul. A marca será estampada no capacete e no macacão do brasileiro e também nos dois carros da Hispania (na parte lateral do veículo, próximo à entrada de ar, e no bico, acima do numeral).

A equipe espanhola também levará à pista o piloto indiano Karun Chandhok, reeditando uma dupla que já esteve junta em 2008, quando o brasileiro foi vice-campeão da GP2 pela iSport International.

Viviane ainda lembrou-se do irmão, o tricampeão do mundo Ayrton Senna, morto em acidente no GP de San Marino em 1994, ao falar com o filho a três dias da estreia oficial do piloto na Fórmula 1."É muito bonito ver todo mundo torcendo pelo Bruno. Ele está entrando (na F1) quando meu irmão completaria 50 anos", afirmou a empresária. Senna faria aniversário no próximo dia 21.

Na teleconferência, o sobrinho de Ayrton, 26 anos, mostrou-se sempre muito sorridente e feliz com a confirmação de sua vaga na Hispania. Vendida para o empresário espanhol José Ramón Carabante, a escuderia, que se chamava Campos, só conseguiu contornar graves problemas financeiros no fim de fevereiro.

"Desde que recomeçou o trabalho, a equipe vem se dedicando 24 horas por dia", afirmou Bruno. "Todos aqui têm nos dado parabéns pelo trabalho maravilhoso, de outro mundo. Estou muito confiante em que tudo vai dar certo", completou ele, que testará o novo carro pela primeira vez apenas nesta sexta - a partir das 4h (de Brasília), começam os treinos livres para o Grande Prêmio do Bahrein.

Especial para Terra