0

Maldonado supera Alonso, quebra jejum da Williams e faz história

13 mai 2012
10h43
atualizado às 12h17
  • separator

Pela primeira vez na história o hino da Venezuela ecoou na Fórmula 1. Pole position do Grande Prêmio da Espanha, Pastor Maldonado, da Williams confirmou a vitória neste domingo, segurando a Ferrari do espanhol Fernando Alonso. O finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, completou o pódio.

» Veja resultado final do GP da Espanha
» Veja classificação atualizada do Mundial

Maldonado é apenas o quarto venezuelano a correr na categoria, sendo o primeiro desde que Alberto Johnny Ceccotto disputou sua última corrida, em 1984. A Venezuela se torna, assim, o 21º país a ter um piloto vitorioso na elite do automobilismo mundial.

Trata-se também da primeira vitória da Williams desde 2004, quando o colombiano Juan-Pablo Montoya triunfou no GP do Brasil. Eram 131 corridas sem vitória da equipe britânica, cujo outro piloto neste domingo, o brasileiro Bruno Senna, abandonou após acidente com o alemão Michael Schumacher, da Mercedes, na 13ª volta.

O resultado mantém o equilíbrio da temporada da F1. Agora são cinco etapas disputadas no ano e cinco vencedores diferentes de cinco equipes distintas. Antes, o inglês Jenson Button, da McLaren, havia ganhado na Austrália; Alonso, da Ferrari, na Malásia; o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, na China; e o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, no Bahrein. A próxima parada do calendário será em Mônaco, em 27 de maio.

A vitória de Maldonado ajudou Vettel, que foi o sexto colocado neste domingo e conseguiu manter a liderança do campeonato com 61 pontos. Ele leva vantagem nos critérios de desempate para Alonso, que tem a mesma pontuação.

O terceiro colocado é Lewis Hamilton, da Mercedes, com 53. Punido por participar do treino classificatório com menos combustível que o permitido, o inglês largou em último e terminou em oitavo. A novidade no grupo dos quatro melhores da classificação é Raikkonen, com 49 pontos. O australiano Mark Webber, terminou em 11º, tem 48.

Neste domingo, a quarta posição foi da Lotus do francês Romain Grosjean, seguido pelo japonês Kamui Kobayashi, da Sauber. Vettel, que não reduziu a velocidade sob bandeira amarela e teve a corrida prejudicada por um drive through, ainda conseguiu terminar no sexto lugar, ultrapassando Hamilton e o alemão Nico Rosberg nas últimas quatro voltas da corrida. O piloto da Mercedes cruzou a linha de chegada em sétimo, menos de três décimos à frente do inglês.

A zona de pontuação ficou completa com Button, em nono, e com o alemão Nico Hulkenberg, da Force India.

Após uma boa largada, o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, saiu da 16ª para a 11ª colocação, mas despencou e saiu da briga pelo décimo lugar ao sofrer a mesma punição de Vettel. Ao final, Massa terminou em 15º, logo atrás da Force India do escocês Paul di Resta.

O outro representante nacional na F1 não completou a prova. Bruno Senna teve a traseira de sua Williams atingida por Michael Schumacher na 14ª volta, na entrada da Curva 1. O acidente gerou polêmica, visto que o alemão chamou o brasileiro de "idiota" via rádio. Os comissários da corrida ainda não se manifestaram sobre quem teve a culpa no incidente, que tirou ambos os corredores da prova.

Confira a classificação do GP da Espanha:

1 - Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) - 1h39min9s145
2 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 3s195
3 - Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) - a 3s884
4 - Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) - a 14s799
5 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - a 1m14s641
6 - Sebastian Vettel (ALE/RBR) - a 1m17s576
7 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 1m27s919
8 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - a 1m25s200
9 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - a 1m28s100
10 - Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) a 1 volta
11 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) a 1 volta
12 - Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Ferrari) a 1 volta
13 - Daniel Ricciardo (AUS/STR-Ferrari) a 1 volta
14 - Paul Di Resta (ESC/Force India-Mercedes) a 1 volta
15 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) a 1 volta
16 - Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) a 1 volta
17 - Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) a 1 volta
18 - Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) a 2 voltas
19 - Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) a 3 voltas

Abandonaram:

Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) na 38ª volta
Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) na 36ª volta
Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) na 23ª volta
Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) na 13ª volta
Michael Schumacher (ALE/Mercedes) na 13ª volta

Maldonado é erguido no pódio do GP da Espanha por Alonso e Raikkonen
Maldonado é erguido no pódio do GP da Espanha por Alonso e Raikkonen
Foto: AFP
Fonte: Terra
publicidade