5 eventos ao vivo

Red Bull nega interesse, mas não descarta Hamilton

15 mar 2011
08h21
atualizado às 08h23

No dia em que comemorou a renovação de contrato com Sebastian Vettel até 2014, o chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner, não descartou a futura chegada do ex-campeão mundial Lewis Hamilton, da McLaren.

Ao jornal inglês The Telegraph, o dirigente da escuderia austríaca deu indícios de que a transferência do piloto não seria tão improvável, apesar de ele ainda ter duas temporadas de contrato com o time de Woking.

Inicialmente, Horner afirmou que qualquer agente de pilotos bateria na porta da equipe - nesta segunda-feira, curiosamente, Hamilton acertou parceria com a XIX Entertainment, empresa de Simon Fuller, criador do 'American Idol', após passar 2010 sem um gerenciador de sua carreira.

Na sequência, o dirigente da Red Bull ainda enalteceu a qualidade do piloto inglês, chamando-o de fantástico, e acrescentou que ele não ficaria feliz se tivesse outra temporada pouco competitiva na McLaren - campeão em 2008, Hamilton ficou apenas em quinto no Mundial de Pilotos de 2009 e em quarto no de 2010.

No entanto, na mesma entrevista, Horner negou que tenha interesse na aquisição imediata de Hamilton e se disse satisfeito com a sua dupla atual de pilotos - Vettel e o australiano Mark Webber, que tem contrato com a equipe apenas para este ano.

Porém, quando questionado se a Red Bull conseguiria administrar a parceria entre dois campeões mundiais (Hamilton e Vettel), o dirigente disse que teria trabalho, mas que sempre quer ter os melhores pilotos do grid.

Horner diz que piloto inglês não ficaria "nada feliz" com novo fracasso na McLaren
Horner diz que piloto inglês não ficaria "nada feliz" com novo fracasso na McLaren
Foto: Reuters
Fonte: Terra
publicidade